Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Rio de Janeiro: prefeito anuncia reajuste para servidores públicos

Rio de Janeiro: prefeito anuncia reajuste para servidores públicos

Marcelo Crivella anuncia reajuste para servidores do Rio de Janeiro. Percentual deverá ser de 8%

Servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro
terão reajuste de salarial de cerca de 8% (Foto: MPF)

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta quarta-feira, dia 9 de janeiro, que vai reajustar o salário do funcionalismo público em fevereiro. 

O percentual do aumento depende do fechamento do IPCA-E (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial) deste mês e deve ficar em torno de 8%. Será a taxa acumulada desde o último reajuste dos servidores, em setembro de 2016. Crivella deu a boa notícia depois de cerimônia no Palácio da Cidade, em Botafogo.
 
Networking pode alavancar carreira dos servidores

Meritocracia gera estímulos para atuação no serviço público

"Hoje (anunciamos o reajuste), depois de dois anos de uma crise muito difícil. Para vocês terem uma ideia, nos dois últimos anos do governo anterior, a Prefeitura teve R$ 70 bilhões (de orçamento). Nos meus dois primeiros anos, foram menos de R$ 60 bilhões, ou seja, R$ 11 bilhões a menos. Além disso, tivemos que pagar os empréstimos da Olimpíada. Em 2017, foram R$ 1,2 bilhão, e ano passado, R$ 1,5 bilhão. Então, não deu para dar o aumento. Hoje, anunciamos que será dado o aumento já a partir de 1º de fevereiro", disse Crivella.

 


 
O reajuste também foi divulgado, por meio de um vídeo, nas redes sociais do prefeito, que aparece ao lado do secretário Municipal da Casa Civil, Paulo Messina. O secretário ressaltou que Crivella teve coragem para fazer as mudanças necessárias para estruturar a receita do município.
  
"Foram várias medidas estruturantes que há várias décadas muitos prefeitos não tiveram coragem de fazer. Hoje, é possível dizer que estamos vencendo a crise, praticamente fora dela. E, a partir de 1º de fevereiro, já vai começar a valer o reajuste do funcionalismo público", afirmou Messina.

 





CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações