Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

QR Code na mão e transparência na tela

QR Code na mão e transparência na tela

Barragan diz que o mundo moderno e digital permite transformar a gestão pública em uma expressão que se associa à agilidade

Antonio Carlos Barragan diz que 
QR Code traz transparência à gestão pública

 

* Antonio Carlos Barragan
    
Em 1994, foi criado o “QR Code”, que significa Quick Response Code., pela empresa Japonesa Denso-Wave. O QR Code é considerado um símbolo bidimensional por conseguir armazenar informações tanto na vertical quanto na horizontal, revelando-se como um código que é rapidamente interpretado por equipamentos de leitura. 

Devido àquela característica, os QR Code permite o armazenamento de centenas de vezes mais dados que os tradicionais códigos de barras, conhecido por muitas pessoas. Mas o que o QR Code tem que ver com a gestão pública?

É hora de alocar talentos

Trabalho remoto: uma nova prática na gestão pública

Quando se pensa em gestão pública, ainda há muita gente que associa a expressão a algo lento, burocrático e (quase) inacessível. Entretanto, o mundo moderno e digital permite transformar a gestão pública em uma expressão que se associa à agilidade, desembaraço e acessibilidade. 

Para isso, basta que os governantes passem a aplicar a tecnologia à favor da sociedade que administra.

Neste contexto, um bom exemplo é a utilização do QR Code para fins de transparência na gestão pública. Mas de que forma isso seria possível? Bem, em primeiro lugar é preciso vontade política e aprovação legislativa. 

Superada essa etapa, pode ser iniciado o processo de implementação de QR Codes em todas as placas de obras públicas do governo e na entrada ou saguões dos órgãos e bens públicos. 

O intuito será o de prestar, de maneira clara e imediata, as informações inerentes aos gastos públicos, bem como a prazos de projetos, órgãos vinculados à execução da atividade e as informações sobre a finalidade de cada órgão público e a sua função institucional.

Com isso, haverá um significativo aumento na transparência fiscal, permitindo que cada cidadão, apenas com o seu celular ou outro dispositivo móvel possa obter dados sobre a obra pública em execução. 

 

 

Tal medida caracteriza uma grande evolução na gestão pública e garante uma modernidade que gera segurança na informação e no controle da população sobre os seus recursos entregues aos cofres públicos.

Noutro giro, também é importante destacar que, com o QR Code em cada órgão público, basta o cidadão aproximar o seu celular ou outro dispositivo móvel daquele código que verá, em seu aparelho, as informações inerentes ao órgão público em que se encontra, tais como a data de sua criação, a sua finalidade, o responsável pela chefia e direção daquele órgão, as suas funções e os serviços que podem ser prestados à população. 

Desta forma, será mais fácil e prático para cada indivíduo saber em qual órgão público resolverá um problema ou realizará um procedimento, sem a contumaz perda de tempo que acontece quando o ele tem de ir a mais de um órgão público para descobrir, efetivamente, qual deles poderá resolver ou realizar o que ele precisa junto ao governo.

Portanto, governo modernizado e tecnológico é um governo consciente e de prontidão para o atendimento ao público. Modernizar e inovar são as ordens do dia em qualquer setor público e privado, pelo que já não se pode admitir o sistema arcaico e burocrático que a máquina pública brasileira ainda insiste em manter em algumas localidades de nosso país.

* Antonio Carlos Barragan é gestor público; empreendedor; advogado; contador; professor de Empreendedorismo, Educação Financeira e Direito Tributário; MBA em Gestão, Empreendedorismo e Marketing; Pós-graduado em Direito Público e Mestre em Direito Econômico e Desenvolvimento.

 

 







Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações