Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Prefeitura do Rio premia servidores por inovação na área de Saúde

Concurso inédito reconhece e valoriza casos de sucesso desenvolvidos em unidades da rede

Premiação aos servidores por boas práticas
na área de Saúde ocorreu na última terça-feira,
dia 6 (Foto: Nelson Duarte | Divulgação)


A Prefeitura do Rio de Janeiro entregou ontem o prêmio Rio de Melhores Práticas, criado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para incentivar iniciativas inovadoras na área.

Na cerimônia de premiação, no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Tijuca, foram revelados e premiados os três primeiros colocados nas categorias “Práticas em Saúde” e “Gestão e Liderança”.

Servidor público é protagonista na inovação da gestão pública

Marketing pessoal: veja 8 dicas para construir sua própria marca

Após o evento, os seis servidores vencedores, acompanhados da secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch, e da subsecretária de Vigilância Sanitária, Márcia Rolim, foram recebidos pelo prefeito Marcelo Crivella, no Palácio da Cidade. 

O prefeito elogiou a contribuição dada por esses servidores. "Estamos tendo o prazer de receber seis funcionários públicos e também das Organizações Sociais, premiados por condutas inovadoras que eles implementaram na nossa rede. Queremos agradecer muito a esses profissionais, que fizeram com sua inteligência um serviço público melhor, uma cidade melhor, uma Prefeitura melhor", afirmou o prefeito.

Idealizado pela Coordenadoria Geral de Gestão de Pessoas da SMS, o concurso inédito foi realizado no segundo semestre de 2018. Foram 54 cases inscritos, envolvendo cerca de 180 funcionários e gestores das unidades e setores da pasta.

Vencedores receberam bolsa de estudo

Os vencedores de cada categoria receberam troféu e uma bolsa integral da Pontifícia Universidade Católica (PUC) para pós-graduação em Gestão. Já os segundos e terceiros colocados ganharam certificados Prata e Bronze. 

Para a secretária Beatriz Busch, o fundamental é o que essas iniciativas representam para a cidade. "São práticas inovadoras que procuram dar cada vez mais acesso para a população aos nossos serviços. Mais importante que o prêmio, é saber que são ações que vão fazer a diferença para nossos cidadãos", esclareceu.

 

 

Aline Borges, coordenadora de Alimentos da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, foi a vencedora na categoria Gestão em Liderança com a Criação dos Super Pafs (Pronto Atendimento em Fiscalização Sanitária) para melhoria do atendimento do 1746. 

Segundo Aline, com uma equipe maior e mais unida foi possível reduzir a demanda reprimida de cerca de 1.500 para 200 casos. "Além disso, também adotamos respostas mais precisas e de melhor qualidade para a população carioca", contou.

Na categoria Práticas em Saúde, Felipe Correa, do Hospital Rocha Maia, venceu com práticas para melhorar a detecção precoce de câncer de mama. "Reduzimos o tempo entre a primeira consulta na atenção primária e o diagnóstico do câncer da mama em estágio mais precoce, aumentando assim as chances de cura da paciente", explicou.


 





CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações