Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

É preciso agir diferente

É preciso agir diferente

Em artigo, a gestora Giselle Gobbi diz que mito de que servidor público não necessita de qualificação deve ser derrubado

* Giselle Gobbi 

Giselle Gobbi

O mito de que servidor público não necessita de qualificação deve ser derrubado. Da mesma forma o estigma de que serviço público é “cabide de emprego” – infelizmente isso ainda existe – precisa ser mudado na prática e banido do imaginário.

O objetivo do serviço público é satisfazer as necessidades coletivas em áreas estratégicas, sob normas e controles estatais. E para que isso aconteça, surge a necessidade de profissionais que entendam bem da sua área de atuação, sob pena de termos mais do mesmo. Se quisermos mudanças temos que pensar e agir diferente.

Assédio moral também afeta serviço público

Artigo: Capacitação também envolve a prática da meritocracia

Sou pedagoga por formação e tenho 30 anos de serviço público.Durante esse período fui professora, gestora, assessora, coordenadora, entre outras ocupações, em diversas áreas do serviço público. Meu maior foco, contudo, sempre foi a saúde pública. 

Como passei de professora a uma gestora de saúde pública? Tive oportunidades e não as desperdicei. E essas oportunidades incluem a qualificação através do estudo. Foram vários cursos de atualização e aperfeiçoamento, participações em congressos, seminários, oficinas, workshops e conferências. As oportunidades nunca eram perdidas. 

Fiz duas pós-graduações lato sensu (MBA e especialização) e uma stricto sensu (mestrado). As três pós na área de saúde ocorreram de forma concomitante com o trabalho. Ao mesmo tempo em que eu aprendia na prática do dia a dia, também ganhava conhecimento através dos livros e das trocas existentes no ambiente acadêmico. Além disso há o networking, que amplia a rede de relacionamentos tão importante na atualidade.

Esse mix de aprendizados, afirmo, sem sombra de dúvidas, foi importantíssimo na melhoria da minha capacidade de trabalho - sem falar no benefício para o meu currículo. Contribuiu, na minha visão, para que eu me tornasse uma profissional competitiva e com alto nível de empregabilidade. Falo aqui de crescimento profissional e pessoal.

E-book: capacitação e qualificação do servidor: surpreenda-se

Mas esse processo é contínuo, especialmente num mundo de rápidas transformações. Posso afirmar ainda que nesses 30 anos, até agora, nunca me faltou trabalho. A isso atribuo minha disposição interna para o trabalho somada ao constante processo de aperfeiçoamento ao qual me submeto. Meu próximo passo é fazer doutorado na área de administração pública. 

Uma dica: no campo profissional, e em todos os outros da vida, não devemos jamais estacionar na “zona de conforto”. A segurança é uma ilusão. E para você chegar aonde a maioria não chega é preciso agir diferente do que a maioria age. 

Giselle Gobbi é professora, gestora pública e mestre em saúde pública

 







Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários