Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

A importância do domínio da Língua Portuguesa para os servidores

A importância do domínio da Língua Portuguesa para os servidores

Assista à entrevista com a professora Cláudia Barbosa, professora de Português e doutora em Filosofia da Linguagem

 

O programa Servidor + desta semana, apresentado por Antonio Batist, trata da importância da Língua Portuguesa para os servidores públicos. Para falar sobre o tema, a entrevistada é a professora Cláudia Barbosa, doutora em Filosofia da Linguagem.

Cláudia Barbosa explica que o servidor deve prezar, durante a sua trajetória profissional, pelo domínio da Língua Portuguesa, já que, como agente público, ele representa os interesses da Administração Pública. Por isso, segundo a professora, é preciso evitar ao máximo a utilização da linguagem coloquial (informal), tanto na produção de textos como no discurso oral.

Como inovar na capacitação de servidores públicos?

Presidente da Ceperj fala sobre pesquisa e formação em tempos de crise

“O servidor público representa os interesses da máquina administrativa. Se esse profissional usar um Português inadequado, fora da norma culta, ele não estará somente se autodepreciando, mas comprometendo também a eficiência que se espera da Administração Pública. A linguagem coloquial promove muitos ruídos e o servidores precisam evitá-los”, destacou a professora, que lançou um curso de Português Instrumental para Servidores, pela FOLHA DIRIGIDA Capacitação.

Com base na sua experiência profissional, Cláudia Barbosa afirmou que os erros mais recorrentes cometidos pelos servidores públicos, sobretudo na produção de textos, estão ligados à concordância verbal, crase e pontuação.

 

E-book: Capacitação e Qualificação do Servidor: Surpreenda-se

“Erros de flexão de verbo em relação ao sujeito, por exemplo, são muito frequentes, principalmente quando se coloca o verbo distante do sujeito. Os servidores também costumam errar no campo da pontuação. É importante destacar que um vírgula mal colocada pode mudar todo o sentido de um texto, comprometendo um determinado documento. Erros semânticos também são provocados pela omissão de uma crase obrigatória ou pelo uso de uma crase proibitiva.”

No programa Servidor + desta semana, que pode ser assistido abaixo, a professora Cláudia Barbosa deu mais detalhes sobre seu curso de Português Instrumental para Servidores e explicou o que os servidores devem fazer para aprimorar a Língua Portuguesa falada e escrita:

 





CADASTRE-SE AGORA E VEJA MAIS SOBRE ESTE CONTEÚDO

OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações