Pobre Temer, pobre Constituição