Novo normal: como definir as prioridades daqui para frente?