Fala sério, Paulo Guedes