Dicas de como se preparar para concursos públicos

Para a master coach Cláudia Barbosa, o estudo é dividido em três etapas: organização, qualidade e administração do tempo. Confira as dicas!

"Passar em concurso público não é difícil, mas dá trabalho". A afirmação é de Cláudia Barbosa, master coach de carreiras e aprovação em concursos públicos. A especialista conta que muitos candidatos param no meio da preparação por acharem ser difícil, e ressalta que com os métodos certos a caminhada torna-se mais prazerosa.
 
Mas o que é um coach de carreira? É o profissional que acompanha e orienta os concurseiros com as ferramentas necessárias para serem aprovados. O coach promove alinhamento e encurtamento, além de facilitar o trabalho até o candidato ter o nome na lista de aprovados.
 
Cláudia comenta que o estudo é dividido em três etapas: organização, qualidade e administração do tempo. "Em resumo, a gestão de tempo passa a ser seu principal aliado." Outro ponto que a coach aborda é que ser aprovado é questão de tempo para aqueles que aprenderam a estudar e fazer as provas de concursos.

Confira vídeo com a master coach Cláudia Barbosa

A master coach Cláudia Barbosa orienta os candidatos a como se prepararem de forma adequada para os concursos públicos e explica como um profissional de coach de carreiras pode ajudar na busca pela tão sonhada vaga em um órgão público.

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Como deve ser a preparação para concursos

Em um certo momento do vídeo acima, Cláudia pede que os concurseiros reflitam sobre como estão se preparando para o concurso que irão realizar. Ela pergunta se eles vem repetindo comportamentos que não deram certo em outras seleções. A professora ainda explica que estudar com produção ativa é estudar com comprometimento.

A coach também faz um alerta que quando um candidato se prepara para concurso público, foco faz a diferença. Para ela, o candidato deve mudar para agregar o que se pode somar e manter o que está dando certo. O concurseiro tem que ter uma meta clara, deve saber para qual concurso, em quanto tempo e para qual nível quer ser aprovado, para que o coach possa ajudá-lo na camihada até a aprovação.

 
 
A professora afirma que o candidato deve seguir o próprio método de preparação, por exemplo, se ele consegue estudar melhor transcrevendo o conteúdo, deve aproveitar o condicionamento da memória motora. Ela ainda chama a atenção para a sentença: "disciplina faz a diferença". Certas técnicas relativamente simples podem otimizar o tempo e alavancar o rendimento do aluno.
 
Porém, não é porque a técnica funciona com um candidato que funcionará com todos, os métodos variam de pessoa para pessoa. "Há alunos que possuem uma memória motora mais ativa, alunos que possuem uma memória visual mais potencializada, descubra a sua melhor memória, mas não abra mão das demais, quanto mais melhor", afirma Cláudia.

Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida