Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso PM e PC-RJ: Estado vai convocar mais de mil agentes

Concurso PM e PC-RJ: Estado vai convocar mais de mil agentes

Os aprovados nos concursos Polícia Civil-RJ e PM-RJ terão, finalmente, suas convocações publicadas. Processo já foram enviados a Casa Civil.

A espera pela convocação de aprovados nos concursos Polícia Civil-RJ e PM-RJ está prestar a acabar! O secretário de segurança, general Richard Fernandez Nunes, já encaminhou à Secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico o processo para nomeação de 96 papiloscopistas e convocação de mil aprovados no concurso PM-RJ, realizado em 2014. A informação foi confirmada à FOLHA DIRIGIDA nesta segunda-feira, 30, pelo presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro (Sindpol-RJ), Márcio Garcia.
 
O representante sindical esteve com o general Nunes, durante reunião do Conselho de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (Consperj). Na ocasião, “ele garantiu que já encaminhou o processo de nomeação para a secretaria da Casa Civil publicar. A expectativa é para essa nomeação sair nos próximos dias”, disse Garcia.
 
Intervenção Federal
General Richard Nunes ao lado do interventor federal, Braga
Netto. (Foto:Divulgação)
 
A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública informou por telefone à FOLHA DIRIGIDA, nesta segunda-feira, 30, que existe a intenção e o desejo do secretário da pasta em recompor os quadros de servidores da Polícia Civil e Militar do Estado do Rio de Janeiro. No entanto, não soube informar datas para que as nomeações aconteçam, tendo em vista que isso depende de viabilidade orçamental.

Convocações ocorrem anos após a realização dos concursos

O presidente do Sindpol-RJ especificou que serão convocados mais de mil aprovados no concurso Polícia Militar-RJ para ingresso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). Os 96 papiloscopistas que serão nomeados, por sua vez já realizaram curso de formação na Academia de Polícia (Acadepol), em 2014, após serem aprovados no concurso Polícia Civil-RJ.  
 
Márcio Garcia expressou que essas convocações podem ser um sinal de que a situação dos concursos é tida como prioridade da intervenção federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro.
 
Presidente de Sindpol-RJ, Márcio
Garcia. (Foto:Divulgação)
"Estamos lutando pela convocação desses 96 papiloscopistas policiais há quase dois anos. O anúncio do secretário de segurança sobre o envio da nomeação desse grupo para a casa civil publicar é uma grande vitória e nos dá muita esperança que a situação dos concursos será priorizada pela intervenção federal”, relatou o presidente do Sindpol-RJ.
 
Sobre os 248 oficiais de cartório e 220 papiloscopistas que aguardam convocações, Garcia explicou que ainda estão com o processo em andamento, mas com boas perspectivas.
 
“Agora, vamos concentrar no que está mais próximo, a matrícula na Acadepol dos 248 oficiais de cartório e 220 papiloscopistas excedentes, todos aprovados. Lembramos ainda dos nossos co-irmãos da Polícia Militar que também estão no combate à criminalidade desenfreada que estamos vivendo no Rio de Janeiro e que precisam muito dos seus concursados".

Orçamento é principal entrave para chamada de aprovados

Para que chamada de aprovados e novos concursos Polícia Civil-RJ e Polícia Militar-RJ aconteçam é preciso de orçamento para as folhas de pagamento dos novos servidores. No âmbito do estado, o governo alega que, em virtude da calamidade financeira, não há disponibilidade de recursos nem para aproveitamento dos concursados aprovados e, muito menos, para realização de novas seleções.


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações