Concurso ESA: confira nove passos para passar na prova de Inglês!

Professora conta como estudar para a prova de Inglês do concurso ESA em uma lista de nove passos. Inscrições estão abertas!

As provas objetivas do concurso ESA vão acontecer em um pouco mais de cinco meses, neste ano com um desafio a mais para os candidatos: a disciplina de Inglês. Para ajudar os concorrentes com a novidade, a professora Cristiane Franceschi, do Curso Progressão, conta os segredos para alcançar uma boa pontuação.

Marcado para o dia 4 de agosto, o exame terá quatro questões de Língua Inglesa e para ser aprovado será preciso acertar, pelo menos, 25% dos itens. Além disso, é necessário fazer 50% de acertos nas demais matérias e nota igual ou superior a cinco na redação. 

Acesse aqui o edital do concurso ESA ♦

A professora Cristiane alerta para o fato de que os candidatos devem se preparar para um modelo ainda desconhecido de prova, já que essa é a primeira vez na qual Inglês é cobrado no concurso. 

“É muito importante, porém, seguir atentamente o edital já publicado, observando o conteúdo programático previsto e o estilo de prova adotado pela banca examinadora do concurso”, diz.

(Foto: Divulgação)
Professor dá dicas de Inglês para a prova da ESA
(Foto: Divulgação)

A inclusão da disciplina requer dos participantes uma organização precisa. Para isso, a especialista conta nove dicas de preparação para a prova e um bônus: os tópicos que podem ser mais cobrados no exame. São eles:

pronomes e suas referências
tempos verbais
adjetivos e graus de comparação
quantificadores
substantivos
artigos (definidos e indefinidos)

De acordo com a professora, dentre esses tópicos, os candidatos costumam ter mais dificuldades naqueles que exigem memorização de muitas regras e detalhes. A utilização do tempo verbal correto para cada situação, por exemplo, a aplicação das regras para a formação do grau comparativo e uso correto dos artigos.

Para superar essas dificuldades, ela deu as nove dicas práticas a seguir:

1 - Traduza textos em inglês

Nesses meses que antecedem a aplicação da prova do concurso ESA, os candidatos precisam buscar maior contato possível com a Língua Inglesa. A professora indica a tradução de textos publicados nos grandes veículos de comunicação, como jornais e revistas internacionais.

De acordo com ela, esse hábito ajuda no aprimoramento de habilidades exigidas no edital, como compreensão e utilização de mecanismos de coesão e coerência na produção escrita. Além disso, o candidato será capaz de:

  • entender como as expressões podem ser interpretadas em razão de aspectos sociais e/ou culturais; 
  • analisar os recursos expressivos da linguagem verbal, relacionando textos e contextos mediante a natureza, função, organização e estrutura, de acordo com as condições de produção.

“Mantenha-se atualizado. Seja curioso. Leia matérias em inglês (...) ainda que precise do auxílio de um tradutor automático ou de um dicionário. Aliás, tenha sempre um com você até a data da prova”, aconselha. 

2 - Compare modelos de questão

Para ter uma ideia de como as questões poderão ser cobradas na prova, Cristiane indica a consulta às referências bibliográficas indicadas no edital. Os candidatos devem observar o modelo das questões dos livros e compará-lo ao modelo apresentado pela banca examinadora em outras disciplinas. 

Alguns aspectos podem ser tirados dessa observação, por exemplo: como as questões são estruturadas, o que elas abordam, como determinado tópico é abordado e como os enunciados são construídos. A partir disso, pode ser possível se aproximar do modelo da prova. 

3 - Equilibre teoria e prática

O candidato não deve deixar nenhum dos dois de lado na preparação. Resolver exercícios é de extrema importância para fixar o conteúdo e prepara a mente para o momento da prova. Por isso, a professora aconselha.

“O que eu recomendo é sempre fazer uma bateria de exercícios sobre o tópico que acabaram de estudar. Teoria e prática devem sempre andar juntas e são uma combinação imbatível na preparação para o concurso”, diz.

Antes de começar a estudar, 
não deixe de ler este e-book!

Guia Indispensável de Estudos para Concursos

4 - Atenção as regras gramaticais

Uma informação que a professora salienta é: o Inglês cobrado em provas de concursos militares não é como aquele usado informalmente para a comunicação entre as pessoas. Eles têm finalidades diferentes. 

Nas provas de concursos, em geral, é apresentado um vocabulário mais técnico e formal para testar a compreensão de texto e o conhecimento gramatical. Muitas regras da Língua Inglesa são pertinentes aos tópicos mencionados no edital. 

“ Seja disciplinado e organizado (...) Faça listas das regras principais e cole em algum lugar de fácil acesso para que você possa ter contato com elas todos os dias”.

5 - Considere o nível de dificuldade da prova

Cristiane observa que quando um concurso inclui a Língua Inglesa pela primeira vez, essa prova tende a ter um grau de dificuldade menor em relação à outras disciplinas. No entanto, recomenda que os candidatos se preparem considerando o nível de dificuldade das outras matérias em provas da banca. 

“O grau de dificuldade esperado deve ser o mesmo encontrado nas outras matérias. (...) Para garantir uma preparação sólida e abrangente e que garanta um bom desempenho, caso a expectativa de ter um nível de dificuldade menor no ano da inclusão da disciplina não se confirme”, afirma. 

6 - Acompanhe seus erros e acertos

A rotina diária de estudos do concurso ESA deve incluir a realização de exercícios (discursivos e de múltipla escolha) e estratégias para memorização das regras principais. Junto a isso, após corrigir as questões a professora diz ser importante fazer um "relatório de erros". 

Esse relatório deve indicar: 

  1. os tópicos nos quais o candidato apresentou mais dificuldades;
  2. o motivo de ter errado uma questão (detalhes que ele não conseguiu notar no enunciado, por exemplo);
  3. qual o caminho para chegar à resposta correta. 

7 - Resolva provas de outros concursos

Como essa é a primeira vez que a disciplina de Inglês é cobrada na prova do concurso ESA, os candidatos podem e devem utilizar exames de outras seleções para treinar conhecimentos. Eles devem escolher aqueles cujo conteúdo é semelhante ao programa do edital. 

Concurso ESA (Foto: Divulgação)
Concurso ESA aplicará provas em 4 de agosto (Foto: Divulgação)


As provas de outros concursos mais recomendadas pela professora são as da EEAR, Especex, EPCAR e EAM. “Não esqueça de selecionar apenas questões que abordem tópicos que estejam presentes também no edital do concurso para o qual você está estudando!”

► Estuda e trabalha? Saiba como superar esse desafio

8 - Não menospreze o programa do edital

Muitos candidatos tendem a deixar o conteúdo de Inglês de lado ou a estudar somente parte do programa. Mas a professora alerta: mesmo que sejam poucas questões ou que o peso atribuído a essas questões seja baixo, a disciplina pode determinar a reprovação ou aprovação. 

“Lembre-se que não atingir os 25% de acerto na prova de Inglês elimina o candidato do concurso. Portanto, a língua exige preparação tão cuidadosa quanto as demais disciplinas e pode fazer a diferença na classificação final”.

9 - Aumente seu vocabulário

Para aumentar as chances de aprovação, conheça a maior quantidade de palavras que conseguir. “Vocabulário é uma peça-chave em concursos para as carreiras militares”, afirma a professora Cristiane. 

Uma forma de conseguir isso, é ouvindo músicas acompanhando sua traduções, assistindo a filmes e seriados com legenda em Inglês. Ainda que o áudio esteja em Português, o candidato deverá ser capaz de reconhecer palavras e expressões escritas. 

“Anote em um caderno todas as palavras novas que for aprendendo até lá (o dia da prova). Praticar a leitura com frequência faz com que o candidato se familiarize, antecipadamente, com textos mais complexos em língua estrangeira, o que será uma grande vantagem na hora da prova.”

Veja também: 

Dicas para se dar bem na prova de Matemática da ESA
Como estudar para a prova de História da ESA

Concurso ESA tem inscrições abertas até março

Publicado no dia 19 de fevereiro, o edital do concurso ESA oferta 1.100 vagas para o curso de formação e graduação de sargentos no ano de 2020/2021. As oportunidades são nas áreas Geral, Aviação, Música e Saúde:

• 910 vagas para os candidatos do sexo masculino (área Geral/Aviação);
• 100 vagas para as candidatas do sexo feminino (área Geral/Aviação); 
• 60 vagas para os candidatos da área de Saúde;
• 40 vagas para área música.

Para as áreas Geral e Aviação é preciso ter idade entre 17 e 24 anos. Já para Música e Saúde, é necessário ter entre 17 e 26 anos. Todos exigem escolaridade em nível médio. No caso das vagas da Saúde, também é preciso o curso Técnico em Enfermagem. 

O soldo inicial da carreira, em 2019, é de R$3.825 mais adicional militar e adicional de especialização. Por isso, o ganho total deve chegar a R$5.049. Em 2020 e 2021 esses valores deverão sofrer reajustes.

Os interessados nas oportunidades podem se inscrever até o dia 20 de março no site da Escola de Sargento das Armas. A taxa de inscrição custa R$95. Pedidos de isenção foram aceitos somente até 21 de fevereiro. 

Além das provas objetivas, os candidatos ainda serão submetidos às seguintes avaliações:

  • redação; 
  • avaliação de títulos; 
  • exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música); 
  • investigação social;
  • exame de aptidão física preliminar; 
  • revisão médica;
  • exame de aptidão física definitivo; e 
  • comprovação através da heteroidentificação, para os candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos na inscrição.





Comentários