Concurso UFF: reitor quer convocações até junho. Veja entrevista!

A UFF prepara novo concurso e deve aplicar prova no 1º trimestre de 2019 e convocar até junho. Confira entrevista completa com novo reitor.

Reitor UFF
Novo reitor, Antonio Claudio da Nóbrega
(Foto: Reprodução)

Se depender do novo reitor da UFF, professor Antonio Claudio da Nóbrega, os procedimentos do concurso UFF não devem se estender muito. Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, ele revelou que as provas deverão acontecer logo nos primeiros meses de 2019.

"Nós agora estamos trabalhando nos preparativos de um concurso, finalizando os ajustes técnicos e legais para lançar em breve o edital, nos próximos meses, com as provas acontecendo no primeiro trimestre do ano que vem", disse.

A seleção foi anunciada em 12 de julho, pelo próprio reitor, que tomará posse em novembro. Segundo ele, serão mais de 100 vagas, que contemplam os níveis médio, médio/técnico e superior.

O destaque em relação ao número de vagas será para assistente em administração, cargo que exige o nível médio. Neste caso, os candidatos deverão ter um ano de experiência na área administrativa e terão remuneração de R$2.904,96, já com o auxílio-alimentação de R$458. 

O reitor também mencionou que os técnicos de laboratório, em contabilidade, em enfermagem e em edificações, administrador, assistente social, enfermeiro, engenheiro e psicólogo também devem ser contemplados. Confira a distribuição por cada campus.

"A oferta exata de vagas será definida em breve, após a conclusão dos estudos sobre a necessidade de pessoal. A previsão é que o edital seja divulgado neste semestre (até o fim do ano)", contou.

Aprovados devem tomar posse até junho de 2019

Outra notícia importante foi dada pelo reitor. De acordo com ele, as convocações do concurso UFF deverão começar assim que o resultado final for oficializado.  "A ideia é, após homologar o concurso, iniciar imediatamente a posse desses servidores, ainda no primeiro semestre do ano que vem", afirmou.

Questionado sobre a possibilidade de contratar além das vagas especificadas no edital, o professor afirmou que a motivação da Universidade Federal Fluminense é sempre expandir com qualidade.

"Essa é a nossa missão, o nosso papel no desenvolvimento nacional. Portanto, nós precisamos de servidores motivados e capacitados em toda a universidade. Então, nós obedecemos todas as portarias e todos os ditames legais que regem os concursos e as nomeações. E quando fazemos concursos, o que determinam esses regramentos é que, para cada vaga, existe uma proporção de aprovados homologados dentre aqueles com nota mínima. Nosso trabalho é para que nomeemos todos os homologados o mais rápido possível. Tão logo exista uma vacância e haja embasamento legal, essa nomeação será feita", explicou.

Concurso UFF (Foto: Ministério da Cultura)
Concurso UFF abrirá mais de 100 vagas 
(Foto: Ministério da Cultura)


Durante a entrevista, Antonio Claudio da Nóbrega falou também sobre a situação do quadro de funcionários, em relação aos pedidos de aposentadoria. Segundo ele, sem dúvidas há muitos profissionais com idade para se aposentar. 

"A universidade é muito grande, nós temos mais de 4.500 servidores. A UFF existe há mais de 60 anos, e ela vai acumulando ao longo do tempo uma quantidade muito grande de servidores, sendo que muitos deles têm idade para se aposentar. Lógico que isso depende de uma decisão individual, mas, como política de pessoal, nós estamos atentos a isso", disse.

Quer acesso a materiais de preparação para concurso por R$4,30 por dia?

Ele complementou informando sobre o posicionamento da Universidade sobre essa questão "Por um lado isso nos preocupa, pois eles têm um conhecimento, uma experiência institucional muito grande. Mas, por outro lado, entendemos também que isso faz parte do ciclo natural da vida da pessoa, e a substituição produz renovação. Esperamos ter uma integração muito grande entre as pessoas mais experientes e mais jovens que estão ingressando, de modo que a memória não seja perdida e possamos potencializar as ações dos que chegam", afirmou.

Candidatos devem começar a preparação 

De acordo com o reitor, os candidatos ao próximo concurso UFF devem iniciar os estudos e podem ter como base o programa do concurso passado. "É importante que as pessoas se preparem, pois é um concurso competitivo, mas as vagas estão lá para serem preenchidas. Estamos muito motivados para receber os aprovados aqui na UFF", disse.

Sobre manter a estrutura do último concurso ele afirma: "Essas definições serão feitas pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, mas acredito que sim, pois é uma estrutura que tem funcionado bem. Por isso, muito provavelmente continuaremos nos mesmos moldes", disse.

Confira a entrevista com o reitor na íntegra 



Comentários