Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Estabilidade e possibilidade de ascensão

Servidor da UEPB fala a respeito do trabalho na instituição. A UEPB oferece concurso para 279 vagas em seu quadro técnico-administrativo. Os salários variam de R$1.274,77 a R$2.882,13. Carga horária de 40 horas, regime estatutário.


Ninguém com mais autoridade para falar sobre um órgão do que o servidor que nele trabalha. Tendo consciência disso, FOLHA DIRIGIDA ouviu um integrante do quadro técnico-administrativo da UEPB. Rosemberg Gomes, 34 anos, é servidor da universidade há quase quatro anos. Ele, que ingressou no cargo de assistente administrativo através do concurso de 2007, diz que pretende permanecer por muito tempo no órgão.
Antes de participar da seleção da UEPB, Rosemberg trabalhou por muitos anos em uma empresa de telecomunicações. Com o processo de privatização, a redução no quadro de funcionários passou a ser constante e o medo do desemprego fez com que ele partisse para outra alternativa. "Já fazia muito tempo que eu vinha estudando, prestando concurso como plano B. Quando apareceu o da UEPB, tive a sorte de prestar e ser aprovado", relata.
Ele conta que se adaptou bem ao trabalho e gosta muito da função que desempenha. Além disso, a estabilidade proporcionada pelo serviço público é algo que o tranquiliza: "Em uma instituição pública, se
você for um funcionário correto, você está garantido. Diferente de uma instituição privada, na qual você depende do momento do mercado e da situação da empresa. Em um emprego público você depende só da sua competência."
O servidor aconselha aos candidatos dedicação máxima aos estudos e destaca ainda o momento atual da UEPB. Segundo ele, a universidade vive uma nova realidade: "Temos um plano de cargos e carreiras, e
incentivo a continuar estudando. Acho que os que trabalham aqui têm tudo para se desenvolver profissionalmente."

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações