Homologação do concurso TRT-SP será discutida na segunda, 20

O Tribuna Regional do Trabalho de São Paulo discutirá na próxima semana a homologação do concurso para técnicos e analistas.

Conforme previsto pelo próprio TRT-SP, a homologação do concurso para técnicos e analistas ficou para 2019. E o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região divulgou que este será um dos assuntos da sessão que ocorrerá na segunda-feira, 20.

A informaçao foi confirmada pelo órgão por meio de uma publicação em sua rede social na última quarta-feira, 15. O TRT-SP noticiou o seguinte:

"A homologação do concurso público será assunto na próxima sessão plenária do TRT-2, no dia 20 de maio."

O tribunal não divulgou mais detalhes da sessão, mas se for aprovada, a homologação será publicada no Diário Oficial para ciência de todos os candidatos.

Assim que o resultado final for homologado, passará a contar o prazo de validade do concurso TRT-SP, que será de dois anos podendo ser prorrogado por mais dois. Durante todo esse tempo, o tribunal poderá chamar mais aprovados.

TRT-SP homologará concurso para técnicos e analistas (Foto: Mateus Carvalho)
TRT-SP homologará concurso para técnicos e analistas
(Foto: Mateus Carvalho)

Resultado final do concurso TRT-SP saiu em março

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo publicou em março desse ano o resultado final do concurso para técnicos e analistas. O documento trouxe as pontuações definitivas dos candidatos e foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico

Conforme consta no documento, as notas foram divididas em três listas: a de ampla concorrência, a de concorrentes negros e das pessoas com deficiência. As respostas aos recursos também foram divulgados pela Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do concurso. 

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o secretário de gestão de pessoas do TRT-SP afirmou que a seleção será homologada em 2019. Eduardo Antonio disse ainda que as convocações ocorrerão “assim que homologado o resultado final do concurso, respeitada a disponibilidade orçamentária”.

“A ideia é prover o maior número possível de cargos. Claro que isso depende das condições orçamentárias, que nem sempre dependem da vontade do Tribunal”, garantiu o diretor.

Educardo apontou os cargos do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo que possuem a maior necessidade de reposição de pessoal. Veja a ordem abaixo:

  • 1º lugar: Técnico judiciário – área administrativa;
  • 2º lugar: Analista Judiciário – Área Judiciária, Oficial de Justiça Avaliador Federal;
  • 3º lugar: Analista Judiciário – Área Judiciária;
  • 4º lugar: Técnico Judiciário – Especialidade Segurança;
  • 5º lugar: Analista Judiciário – Área Administrativa.

A Administração do Tribunal pretende utilizar amplamente o cadastro de reserva. No total, 6.960 candidatos serão aprovados para lista de espera.

“O que foi previsto é um número mínimo de aprovados para cada cargo para que não haja risco de faltar candidatos aprovados no concurso conforme existam vagas a serem providas”, explicou Eduardo Engholm.

O concurso TRT-SP oferece 320 vagas para técnicos e analistas, que exigem nível médio ou superior, respectivamente. As remunerações chegam a R$12.742,12. O concurso TRT-SP contabilizou, no total, 161.453 inscrições, com destaque para o técnico administrativo, com 85.131 candidatos para as 144 vagas oferecidas. 

Os aprovados ainda terão direito a benefícios como auxílio-alimentação de R$884, auxílio-transporte e plano de saúde. 



Comentários