Concurso TRT-SP registra 22 mil pedidos de isenção da taxa

O concurso TRT-SP contabilizou 22.405 pedidos de isenção da taxa de inscrição. Destes, apenas 13 mil foram concedidos.

O concurso TRT-SP registrou, ao todo, 22.405 pedidos de isenção da taxa de inscrição. De acordo com levantamento disponibilizado pela Fundação Carlos Chagas, banca responsável pela seleção, 13.884 solicitações foram concedidas após análise de recursos. Esses candidatos já têm as inscrições validadas e estão na disputa pelas vagas para técnicos e analistas judiciários.

As outras 8.521 pessoas não tiveram o pedido de isenção aceito. Nesse caso, quem desejar permanecer no concurso deverá efetuar o pagamento da taxa de R$80 para nível médio e R$95 para nível superior. O pagamento deve ser feito até terça-feira, 12 de junho, em agências do Banco do Brasil.

A parcial de inscritos da seleção ainda não foi divulgada. A Assessoria de Imprensa do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo informou à FOLHA DIRIGIDA que aguarda a FCC repassar o percentual de candidatos. O expressivo número de pedidos de isenção, no entanto, pode ser um indicativo para a alta procura pelo concurso TRT-SP.

Concurso TRT-SP atraiu milhares de candidatos que solicitaram isenção
da taxa (Foto:Reprodução)

 

O Tribunal oferece 320 vagas para técnico e analistas judiciários. As inscrições já foram encerradas, após prorrogação. Para se candidatar era preciso ter nível médio e superior, a depender do cargo. Os vencimentos chegam a R$7.838,18 e R$12.742,14, respectivamente. Os aprovados ainda terão direito a benefícios como auxílio-alimentação de R$884, auxílio-transporte e plano de saúde. O órgão também investe na capacitação dos servidores, de forma gratuita.

Quer cursos preparatórios para técnico da área admistrativa?

Provas do concurso TRT-SP serão aplicadas no dia 22 de julho

Todos os concorrentes ao concurso TRT-SP serão convocados para as provas objetivas e discursivas, a serem realizadas no dia 22 de julho. Na objetiva, serão cobradas 60 questões para técnicos, sendo 20 de Conhecimentos Básicos e 40 de Conhecimentos Específicos. Para analista serão 70 questões, das quais 30 de Conhecimentos Básicos e 40 de Específicos. A prova discursiva será composta por uma redação. Confira abaixo a estrutura do exame para técnico administrativo:

Conhecimentos Básicos – 20 questões

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática e Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática;
  • Noções sobre Direito das Pessoas com Deficiência;
  • Legislação e Ética no Serviço Público.

Conhecimentos Específicos – 40 questões

  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito do Trabalho;
  • Noções de Direito Processual do Trabalho;
  • Noções de Gestão Pública;

Saiba rodos os detalhes sobre o concurso TRT-SP:

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


“A ideia é prover o maior número de cargos”, diz diretor do TRT-SP

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo apresenta 326 cargos vagos, segundo dados disponibilizados pelo órgão em março. Faltam 187 técnicos e 139 analistas judiciários. Para suprir o déficit de servidores atual e futuro, a Administração do Tribunal pretende utilizar amplamente o cadastro de reserva.

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas, Eduardo Engholm, garantiu que o objetivo é preencher todos os cargos que estiverem vagos durante a validade do concurso que é de dois anos, podendo dobrar. “A ideia é prover o maior número possível de cargos. Claro que isso depende das condições orçamentárias, que nem sempre dependem da vontade do Tribunal”.

Confira cursos para analista da área administrativa:

Um dos indícios para que as chamadas superem as 320 vagas imediatas é que o tribunal possui mais de 400 servidores com condições de se aposentar neste ano. Caso isso se concretize, o órgão terá que convocar aprovados em cadastro de reserva para suprir a carência de servidores.

"Atualmente há mais de quatrocentos servidores já implementaram condições para se aposentar no Tribunal. Outro fator que certamente será determinante são as mudanças previstas com a reforma da previdência dos servidores", detalhou o diretor.

. Especialistas ensinam a estudar para concursos de tribunal

Eduardo Engholm identificou a expectativa para que o concurso TRT-SP seja homologado no início de 2019. A boa notícia é que as convocações de aprovados ocorrerão “assim que homologado o resultado final do concurso, respeitada a disponibilidade orçamentária”, disse.

Turbine seus estudos para o concurso TRT-SP 

Com o término das inscrições do concurso TRT-SP, os candidatos devem instensificar os estudos para as provas discursivas e objetivas. FOLHA DIRIGIDA tem vídeos especiais sobre essa seleção, além de materiais que te ajudarão a conquistar uma vaga. Um deles é o e-book "Como estudar Português para concursos": 

 

Comentários