Concurso TRT-SP: órgão se pronuncia sobre conteúdo das áreas de apoio

Diretor de Gestão de Pessoas do TRT-SP afirma que candidatos às áreas de apoio devem estudar todo conteúdo como consta no edital.

* matéria atualizada no dia 11/05/2018, às 14h39
 
O conteúdo programático das áreas de apoio especializado do concurso TRT-SP colocou em dúvida os interessados nas 320 vagas oferecidas pelo Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. De acordo com o edital, os candidatos a técnico e analista judiciário dessas especialidades devem estudar as disciplinas básicas de todos os cargos e as específicas das áreas administrativa e especializada. Com isso, o volume de conteúdo torna-se muito extenso.
 
Ao se deparar com essa situação, muitos concorrentes esperavam que o TRT-SP e a Fundação Carlos Chagas, organizadora da seleção, publicassem uma retificação do edital. No entanto, em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, o diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas, Eduardo Antonio Engholm Cardoso, confirmou que os candidatos aos cargos da área de apoio especializado devem estudar todo o conteúdo, como exposto no edital.
 
“A decisão com relação aos conteúdos programáticos decorreu de consulta às áreas interessadas, que vêm procurando aprimorar os serviços prestados aos jurisdicionados e as competências dos profissionais que atuam em cada área”, disse Engholm.
 
Concurso TRT-SP: candidatos questionam conteúdo programático do edital (Foto:Divulgação)

 

O diretor do TRT-SP identificou que os profissionais devem dominar tanto os conhecimentos da área de Administração, como das especificadas da função que desejam concorrer. A justificativa é a qualificação do trabalho desempenhado pelo tribunal.  

 

 “O conteúdo do edital prevê conhecimentos necessários ao desempenho das atividades de qualquer analista da área administrativa ou de apoio especializado, independentemente da especialidade. São conhecimentos essenciais a todos os servidores que são analistas e vão trabalhar na área administrativa de um órgão do Judiciário Federal (noções de Direito; Administração Pública; Orçamento Público; e Gestão de Pessoas). Daí porque o conteúdo geral mais o específico da especialidade que consta no edital”.

Acesse curso completo do Gran Cursos Online para analista de TI

Tenha acesso a cursos para analista judiciário do TRT-SP

Concurso TRT-SP: nova versão do edital foi publicada

Assim que o edital do concurso TRT-SP foi publicado, no dia 26 de abril, muitas pessoas questionaram sobre o conteúdo programático. Na parte de Legislação e Ética no Serviço Público, comum a todos os cargos, por exemplo, constava que os candidatos deviam estudar o Estatuto de Ética Profissional do Servidor do TRT da 6ª Região, sendo que o TRT-SP tem atuação na 2ª Região.
 
Para consertar as nomenclaturas, o edital foi atualizado no site da FCC no dia 27 de abril. No Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho a republicação do edital foi disponibilizada apenas no dia 2 de maio. O novo documento também consta com o acréscimo no quadro de testes físicos para técnico judiciário na especialidade de segurança.  
 
“Esse erro foi percebido no mesmo dia da publicação do edital e providenciado o ajuste (o edital foi disponibilizado no Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho no dia 26/04 e a correção, no dia 27). Na correção também consta acréscimo de quadros nos testes físicos de agente de segurança bem como das atribuições e do conteúdo programático específico para o cargo de historiador”, esclareceu o diretor do TRT-SP Eduardo Engholm.
Baixe a nova versão do edital do concurso TRT-SP:
 
O conteúdo programático de Legislação e Etica no Serviço Público agora é o seguinte: Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores: Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; Direitos e vantagens; Regime disciplinar: deveres, proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades, processo administrativo disciplinar. Lei nº 8.429/1992 e alterações posteriores: disposições gerais, atos de improbidade administrativa.
 
Quer saber todos os detalhes do concurso TRT-SP? Assista ao vídeo abaixo: 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Concurso TRT-SP: inscrições abertas até o dia 21 de maio

Ao todo, o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo oferece, neste concurso, 320 vagas imediatas para técnicos e analistas judiciários. Para se candidatar é necessário ter nível médio ou superior completo, a depender do cargo. Os ganhos podem chegar a R$12 mil.
 
Se você sonha em ingressar na área judiciária, fique atento, pois as inscrições do concurso TRT-SP estão abertas somente até o dia 21 de maio. Todo procedimento é feito pelo site da FCC. As taxas são de R$80 para técnicos e R$95 para analistas, devendo ser pagas apenas em agências do Banco do Brasil.
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários