Concurso TRT-SP: inscrições terminam nesta segunda-feira, 21

As inscrições no concurso TRT-SP com 320 vagas para níveis médio e superior se encerram nesta segunda-feira, 21 de maio. Não perca o prazo!

Se o seu sonho é ingressar em uma carreira jurídica, o concurso TRT-SP tem boas opções para você! Ao todo, o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo oferece 320 vagas para técnicos e analistas judiciários. Os ganhos chegam a R$12 mil. Ainda não se inscreveu? Então, fique atento, pois as candidaturas podem ser feitas até às 14h desta segunda-feira, 21 de maio.
 
Para efetuar a inscrição é preciso ter nível médio e superior, a depender do cargo. Todo procedimento é feito pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora da seleção. Primeiro, os interessados devem preencher a ficha cadastral com todos os dados solicitados. Depois, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$80 para técnicos e R$95 para analista. O pagamento deve ser efetuado apenas nas agências do Banco do Brasil.
 
Inscrições no concurso TRT-SP:
 
O destaque do concurso TRT-SP é o cargo de técnico administrativo, que exige apenas ensino médio completo e conta com 144 vagas. A remuneração é de R$7,5 mil. Para nível médio ainda são oferecidas 35 oportunidades para técnico de segurança e cadastro de reserva para técnico de enfermagem.
 
 
Os graduados em Direito poderão se candidatar as funções de analista judiciário, com 53 vagas, e oficial de justiça com 54 oportunidades. Para quem possui nível superior em qualquer área há 27 chances para analista administrativo. O tribunal ainda oferece formação de cadastro de reserva para analistas da área de apoio em diversas especialidades.
 
Quer cursos preparatórios para técnico da área admistrativa?

 
Além dos salários que chegam a R$7.838,18 para técnicos e R$12.742,14 para analistas, os aprovados no concurso TRT-SP terão direito a benefícios como auxílio-alimentação de R$884, auxílio-transporte e plano de saúde. O órgão também investe na capacitação dos servidores, de forma gratuita. 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


TRT-SP: maior carência é para técnicos da área administrativa

Se você optou por se candidatar a técnico administrativo, saiba que as perspectivas de contratação são positivas para essa carreira. O diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas do TRT-SP, Eduardo Antonio Engholm Cardoso, informou com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA que esse é o cargo que demanda maior reposição de pessoal.
 
 
Em seguida estão as funções de oficial de justiça avaliador federal, analista da área judiciária, técnico na especialidade Segurança e analista administrativo. O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo apresenta 326 cargos vagos, segundo dados disponibilizados pelo órgão em março. Faltam 187 técnicos e 139 analistas judiciários.
 
TRT-SP realiza novo concurso com 320 vagas para técnicos e analistas
(Foto: AGU)

 

Para suprir o déficit de servidores atual e futuro, a Administração do Tribunal pretende utilizar amplamente o cadastro de reserva. Ao todo, 6.960 candidatos serão aprovados para lista de espera. “O que foi previsto é um número mínimo de aprovados para cada cargo para que não haja risco de faltar candidatos aprovados no concurso conforme existam vagas a serem providas”, explicou Eduardo Engholm.
 
Confira cursos para analista da área administrativa:

O tribunal tem o costume de chamar muitos aprovados em cadastro de reserva. Somente no último concurso TRT-SP, realizado em 2012, foram convocados 1.639 aprovados. Desses, 399 candidatos não tomaram posse por desistência ou por que perderam o prazo para exercício. Na época, o edital tinha a oferta inicial de 329 vagas! 

Tribunal pode ter mais de 400 aposentadorias neste ano

O TRT-SP poderá convocar mais do que as 320 vagas imediatas previstas no edital. Isso porque, de acordo com o diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas, o tribunal possui mais de 400 servidores com condições de se aposentar neste ano. Caso isso se concretize, o órgão terá que convocar aprovados em cadastro de reserva para suprir a carência de servidores.
 
"Atualmente há mais de quatrocentos servidores já implementaram condições para se aposentar no Tribunal. Outro fator que certamente será determinante são as mudanças previstas com a reforma da previdência dos servidores", detalhou o diretor.
Eduardo Engholm identificou a expectativa para que o concurso TRT-SP seja homologado no início de 2019. A boa notícia é que as convocações de aprovados ocorrerão “assim que homologado o resultado final do concurso, respeitada a disponibilidade orçamentária”, disse.
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários