Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso TRT-SP convoca para curso de formação de agente de segurança

Saiu a convocação para o curso de formação dos aprovados no concurso TRT-SP para agente de segurança judiciária.

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) convoca os aprovados no concurso de agente de segurança judiciária para o curso de formação. Essa é uma etapa obrigatória e de caráter eliminatório para os 35 melhores classificados no cargo.

De acordo com a convocação, publicada no Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho, a participação no curso ocorrerá mediante inscrição prévia. Os participantes deverão enviar um e-mail para [email protected] e [email protected], constando os seguintes dados no texto:

  • Nome completo;
  • CPF;
  • Documento de identidade;
  • Número de inscrição no concurso.

O curso será realizado de 5 a 30 de agosto, no Centro de Treinamento de Segurança Judiciária (Rua Dr. Edgard Theotonio Santana, 351, São Paulo/SP). O objetivo é desenvolver os atributos nas áreas do conhecimento, habilidades e atitudes necessárias ao desempenho das atribuições do cargo de agente de segurança judiciária.

Ao todo, a carga horária será de 160 horas divididas entre aulas presenciais, teóricas e práticas. O concurso TRT-SP, realizado em 2018, foi homologado para os demais cargos no final de maio. A decisão ocorreu por unanimidade pelos desembargadores integrantes do Órgão Especial.

TRT-SP realizou concurso com vagas para técnicos e analistas
judiciários (Foto: Mateus Carvalho)

 

A seleção ficará válida por dois anos, até 2021. Caso seja de interesse da administração do tribunal, a validade poderá ser prorrogada por mais dois anos.

+ Concurso TRT-SP é homologado para técnicos e analistas judiciários

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o secretário de gestão de pessoas do TRT-SP, Eduardo Antonio Engholm Cardoso, disse que as convocações ocorrerão conforme a disponibilidade orçamentária.

“A ideia é prover o maior número possível de cargos. Claro que isso depende das condições orçamentárias, que nem sempre dependem da vontade do Tribunal”, garantiu o diretor.

Maior necessidade é para técnico administrativo

O secretário ainda apontou os cargos do tribunal que possuem a maior necessidade de reposição de pessoal. Veja a ordem abaixo:

  • 1º lugar: Técnico judiciário – área administrativa;
  • 2º lugar: Analista Judiciário – Área Judiciária, Oficial de Justiça Avaliador Federal;
  • 3º lugar: Analista Judiciário – Área Judiciária;
  • 4º lugar: Técnico Judiciário – Especialidade Segurança;
  • 5º lugar: Analista Judiciário – Área Administrativa.

Além das vagas imediatas, a Administração do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, pretende usar amplamente o cadastro de reserva. Mais de 6 mil candidatos foram aprovados para lista de espera, segundo consta no edital.

“O que foi previsto é um número mínimo de aprovados para cada cargo para que não haja risco de faltar candidatos aprovados no concurso conforme existam vagas a serem providas”, explicou Eduardo Engholm.

Concurso TRT-SP: edital teve oferta de 320 vagas

O edital do concurso TRT-SP trouxe a oferta de 320 vagas para técnicos e analistas, que exigem nível médio ou superior, respectivamente. As remunerações chegam a R$12.742,12. Os aprovados ainda têm direito a benefícios como auxílio-alimentação de R$884, auxílio-transporte e plano de saúde. 

O concurso totalizou 161.453 inscrições. O destaque foi para o cargo de técnico administrativo, com 85.131 candidatos para as 144 vagas. O órgão publicou, em março deste ano, o resultado final do concurso para técnicos e analistas.

O documento trouxe as pontuações definitivas dos candidatos e foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico. As notas foram divididas em três listas: a de ampla concorrência, a de concorrentes negros e das pessoas com deficiência.

As respostas aos recursos também foram divulgados pela Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do concurso. 

Descubra se a convocação para o curso de formação garante vaga no concurso:



Comentários