Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso TRT-SP: conheça estratégia de quem já foi aprovado

Aprovada para técnico administrativo no último concurso TRT-SP, Vanessa Costa conta como foi sua estratégia de estudo.

As provas objetivas e discursivas do concurso TRT-SP serão aplicadas no dia 22 de julho. Mas, você já definiu suas estratégias de estudo?  Aprovada para técnico administrativo na última seleção para o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, realizada em 2013, Vanessa Costa contou à FOLHA DIRIGIDA quais foram seus trunfos para conquistar uma vaga.
 
Técnica do TRT-SP, Vanessa Costa, 
com sua cadela Catarina
(Foto: Arquivo Pessoal)
Bacharel em Direito, Vanessa optou por se inscrever em dois cargos: técnico administrativo e analista da área judiciária. Antes, ela só tinha participado de concursos para o Tribunal de Justiça de São Paulo nas comarcas da capital e do interior. Por isso, sabia que a preparação para o TRT-SP teria que ser diferente.
 
Quando o edital do concurso foi publicado em 2013, Vanessa passou a conciliar oito horas de estudo com o trabalho. “Nunca tinha estudado Direito do Trabalho antes, então sabia que teria que me dedicar muito. Da publicação do edital até a data da prova, trabalhava pela manhã e estudava das 14h às 22h todos os dias”, relatou a então candidata.

 
Como o edital tinha conteúdo programático extenso, ela optou por estudar as matérias de Direito pelo código (lei seca). Já para Português, Matemática e Informática, Vanessa se preparou com a ajuda de livros e apostilas. Fazer questões de concursos anteriores também foi uma estratégia usada nesse processo.  
 
“Dei prioridade às matérias que tenho mais dificuldade, como Português e Direito do Trabalho. Estudei bastante e fiz questões de provas anteriores”, relembra Vanessa Costa.

Vanessa realizou provas para técnico e analista no mesmo dia

Tradicionalmente, os concursos de Tribunal aplicam as provas em horários diferentes para os cargos de técnico e analista. Além de exigir níveis de escolaridade diferentes, isso permite que os interessados possam se candidatar a duas funções e aumentar as chances de aprovação. Foi isso que Vanessa fez ao se inscrever para técnico administrativo e analista da área judiciária no concurso TRT-SP de 2013.
 
Ela afirma que completar duas provas complexas como as dos concursos de tribunais não é tarefa fácil. Mais do que estudar todas as matérias, é preciso ter preparo físico e mental para aguentar a “maratona”.
 
“A primeira prova foi de técnico e consegui fazer bem. A prova da tarde foi de analista, eu estava bem casada e não consegui fazer direito. Como esperado, fui aprovada para técnico no cadastro de reservas, assumi depois de três anos da prova e estou no TRT-SP desde junho de 2017”.
 
Concurso TRT-SP conta com provas objetivas e discursivas
​​​​(Foto:Reprodução)

 

Mesmo com o cansaço, Vanessa considerou as provas justas e dentro do esperado. “Exige dedicação e estudo, mas não é impossível”.  Sobre a redação, ela achou fácil  “uma vez que, os temas costumas a ser bem atuais e de fácil solução”.
 
Para os interessados no concurso TRT-SP deste ano que pensam que se inscrever para dois cargos, Vanessa deixa a seguinte mensagem: “Acho bem cansativo, acredito que ninguém consiga manter o mesmo desempenho na segunda prova. Mas, recomendo que estudem todo tempo livre, leiam a lei, treinem questões anteriores e acreditem”.

'Valeu a pena me dedicar à prova', diz servidora

Vanessa Costa encontrou no concurso TRT-SP uma chance para mudar de vida. Formada em Direito desde 2004, ela estava cansada de advogar. “Eu acreditei que essa era minha oportunidade”, revelou.
 
Com sua estratégia de preparação, ela conseguiu a aprovação para técnico administrativo e ficou no cadastro de reserva. Apenas em 2017, foi convocada para tomar posse. Isso demonstra o costume do Tribunal de chamar muitos aprovados, além das vagas imediatas estabelecidas no edital.
 
Hoje, servidora, do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, Vanessa explicou que a rotina é corrida, mas engrandecedora.
 
“Estou lotada na Vara e é  muito gratificante ver o direito trabalhista aplicado em casos reais, e o mais importante, fazer parte disso tudo. Ah, o clima de trabalho é ótimo, os colegas são super divertidos. Enfim, adoro meu trabalho e tenho certeza que valeu estudar e me dedicar à prova”, concluiu.

Concurso TRT-SP: inscrições ocorrem até segunda, 21 de maio

Se você está interessado no concurso TRT-SP 2018, fique atento, pois as inscrições podem ser feitas até segunda-feira, 21 de maio. O tribunal oferece 320 vagas imediatas para técnicos e analistas judiciários. Para se candidatar é necessário ter nível médio ou superior completo, a depender do cargo. Todo procedimento é feito pelo site da FCC. As taxas são de R$80 para técnicos e R$95 para analistas, devendo ser pagas apenas em agências do Banco do Brasil. 
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários