Concurso TRF3: próximo passo é assinar com FCC e definir cronograma

Tribunal Regional Federal da 3° Região aguarda assinatura do contrato com a organizadora para definir o cronograma do concurso TRF3.

Após o anúncio que confirmou a escolha da organizadora, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região aguarda somente a assinatura do contrato com a Fundação Carlos Chagas (FCC) para definir o cronograma do concurso TRF3.

O órgão informou que o contrato com a banca ainda não foi assinado, o que impede esta etapa de ser concluída e o edital ser publicado. A informação foi passada na última terça-feira, 20, pela Assessoria de Imprensa do TRF3, que tem sede em São Paulo e no Mato Grosso do Sul. Também não foi informado um prazo para que essa formalidade seja feita.

Enquanto o contrato não for assinado, o edital segue sem previsão. No entanto, esse é um dos últimos trâmites antes da publicação, o que indica que não deve demorar. Assim que a escolha for oficializada, o documento com todas as regras deverá sair logo em seguida.

Quer ser aprovado no concurso do TRF3?
Prepare-se para concursos

A empresa escolhida para organizar a seleção foi a Fundação Carlos Chagas - a FCC, que publicará o edital na íntegra, receberá inscrições e aplicará as principais etapas. O documento da dispensa de licitação que oficializou a escolha foi publicado no Diário Oficial da União do dia 9 de agosto.

Entrave para o edital é o contrato com a banca (Foto: Divulgação)
Entrave para o edital é o contrato com a banca
(Foto: Divulgação)

Concurso TRF3 terá oferta para técnicos e analistas

Mesmo sem edital publicado, o órgão já confirmou as carreiras que serão oferecidas. Dessa forma, já é possível escolher a melhor chance de acordo com o seu perfil e se preparar de maneira específica, de acordo com o cargo de interesse.

As chances serão para técnicos e analistas judiciários, que exigem os níveis médio e superior, respectivamente. 

CARGO LOTAÇÃO REQUISITOS REMUNERAÇÃO
Técnico administrativo TRF3, seções de judiciárias de São Paulo e do Mato Grosso do Sul Nivel médio R$8.501,45
Técnico de informática TRF3 Nível médio/técnico R$8.501,45
Analista de direito TRF3 e seção de São Paulo Nível superior em Direito R$13.365,38
Analista de informática TRF3 Nível superior em Informática R$13.365,38


As chances do concurso TRF3 serão para as seções judiciárias de São Paulo e Mato Grosso do Sul, além da sede do tribunal, em São Paulo. O tribunal já confirmou, também, que a intenção é oferecer uma vaga imediata para cada cargo, tendo em vista que as autorizações para provimentos têm sido reduzidas.

No entanto, estima-se que mais vagas poderão ser preenchidas no decorrer da validade, que deverá ser de dois anos, podendo chegar a quatro. O órgão deverá formar um bom cadastro de reserva pelo histório de provas discursivas corrigidas.

+ Prepare-se para o concurso TRF3 com questões ilimitadas

A presidente do tribunal, desembargadora Therezinha Cazerta reconhece a importância de um novo concurso. Em vários encontros com representantes sindicais, sempre reconheceu a necessidade de novos servidores mesmo com a restrição de recursos. 

"Temos uma carência grande de servidores, sem possibilidade de novas nomeações”, disse a presidente do TRF3.

Outro fator que motiva um novo concurso o quanto antes são as grandes saídas que aumentam o número de cargos vagos. De acordo com o último relatório, são 504 cargos vagosDesse total, são:

  • 160 cargos vagos no TRF3;
  • 325 na seção judiciária do Estado de São Paulo; e
  • 19 na seção judiciária de Mato Grosso do Sul.

Último concurso aconteceu em 2013

Sem concurso válido, o TRF3 precisa de um novo edital para poder contratar novos servidores. O último edital já expirou a validade, após ter sido publicado em 2013, pela mesma Fundação Carlos Chagas. 

O fato da banca ser a mesma do último concurso é muito favorável aos candidatos, que podem usar o edital anterior como referência para conhecer o perfil da organizadora. Naquela época, foram 260 vagas oferecidas, sendo 125 destinadas ao cargo de analista judiciário e 135 para técnico judiciário, com exigência de nível superior e médio, respectivamente.

Em São Paulo, as chances foram para a capital e o interior, em várias cidades. Já no Mato Grosso do Sul, as cidades foram Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas. 

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

E-books 
Provas para download
Artigos sobre concursos
Editais verticalizados
Vídeos com dicas  



Comentários