Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso TRF-RJ/ES: presidente é alertado sobre déficit de oficiais de justiça

Concurso TRF-RJ/ES: presidente é alertado sobre déficit de oficiais de justiça

No último dia 19, o Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) se reuniu com o presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-RJ/ES), desembargador André Fontes. E uma das pautas do encontro foi o déficit de pessoal de oficiais de justiça no TRF-RJ/ES.

No último dia 19, o Sindicato dos Servidores das Justiças Federais no Estado do Rio de Janeiro (Sisejufe) se reuniu com o presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-RJ/ES), desembargador André Fontes. E uma das pautas do encontro foi o déficit de pessoal de oficiais de justiça no TRF-RJ/ES.
 
Questionado, André Fontes se comprometeu em analisar essa demanda, o que poderá impactar diretamente no número de convocações de aprovados para esse cargo no concurso TRF-RJ/ES 2016, ainda pendente de homologação. Segundo o Sisejufe, o quadro de pessoal dos oficiais de justiça "beira ao caos".
 
Presidente do TRF2 se reúne com sindicalistas
Presidente do TRF2 se reúne com sindicalistas
 
Dados do Núcleo de Controle de Mandados (NCOM) da Justiça Federal explicam isso. De 2013 a abril deste ano, 57 desligamentos e remoções de oficiais de justiça aconteceram, sendo 47 aposentadorias, quatro exonerações, um falecimento, um licenciamento para acompanhamento de cônjuge e cinco remoções.
 
Além disso, 14 oficiais estão em licença médica e oito em processos administrativos de aposentadoria em andamento. A reposição do quadro de oficiais, portanto, é fundamental.  “(O déficit de pessoal) transforma a atividade dos que estão em exercício em situação calamitosa, impondo graves transtornos e agravamento dos riscos aos que se dedicam às suas tarefas”, salientou o diretor do Sisejufe, Márcio Cotta.
 




Muitas contratações também para outros cargos

A perspectiva é de muitas chamadas também para outros cargos, sobretudo técnico (nível médio e R$7.320,28) e analista (R$11.405,77) da área administrativa - Ficar no cadastro do TRF é vitória, diz servidor do órgão. Isso porque esses cargos contam com maiores demandas e necessidades de pessoal, já que a rotatividade de servidores é grande.
 
Reforça a ideia de muitas chamadas as aposentadorias recentes do TRF-RJ/ES. Elas vêm acontecendo em número elevado, assim como em outros órgãos públicos, tendo em vista a reforma da previdência anunciada pelo governo federal. É grande a expectativa pela homologação do concurso TRF-RJ/ES 2016, cujos resultados finais saíram nos últimos dias 16 de maio e 5 de junho.
 
Antes disso, porém, o TRF-RJ/ES precisa concluir a fase de entrevista de candidatos negros. Novas entrevistas acontecerão na próxima terça-feira, dia 1º de agosto. A expectativa, portanto, é que em agosto o TRF-RJ/ES homologue o concurso para começar a convocar os aprovados. Tão logo saia a homologação do concurso, ela poderá ser consultada na FOLHA DIRIGIDA Online.
 
As chamadas dos aprovados deverão ser imediatas à homologação, já que o TRF-RJ/ES está sem cadastro de reserva desde junho, quando expirou a validade do último concurso da área de apoio. Desde então, todo o déficit de pessoal, aumentado principalmente por aposentadorias, não vem sendo suprido.
 
O concurso do TRF-RJ/ES visa à formação de cadastro de reserva, que será utilizado durante o prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. O técnico tem remuneração de R$7.320,28 e o analista de  R$11.405,77. O regime de contratação é o estatutário, que assegura a estabilidade.
 

Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações