Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Professora dá dicas de Português para TRE-SP

Os candidatos do concurso para técnicos e analistas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo devem tomar muito cuidado com a parte de interpretação de textos, segundo a professora de Língua Portuguesa Ivany Pedroso, do Núcleo de Estudos Alessandro Ferraz. Com a aproximação das provas, marcadas para 18 de março, os 112 mil inscritos devem intensificar os estudos, segundo especialistas em concursos. 

Os candidatos do concurso para técnicos e analistas do Tribunal  Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo devem tomar muito cuidado com a parte de interpretação de textos, segundo a professora de Língua Portuguesa Ivany Pedroso, do Núcleo de Estudos Alessandro Ferraz. Com a aproximação das provas, marcadas para 18 de março, os 112 mil inscritos devem intensificar os estudos, segundo especialistas em concursos.
 
Ivany explica que a parte de interpretação tende a abordar assuntos atuais. "O candidato bem informado interpretará os testes com mais facilidade. Tal postura significa que interpretar exige raciocínio, discernimento e compreensão do mundo, além de muita leitura", diz. Segundo ela, antigamente haviam questões com enunciados soltos, sem conexão. "Eram comandos tão ¨ingênuos¨  e simples que lembravam muito frases das antigas cartilhas, como: " A barriga do bebê". Ela diz que os tempos mudaram e as modernas tendências do ensino de línguas fazem com que  o objetivo de ensinar as regras da gramática normativa passe a estar simplesmente no texto. "Assim, com o entendimento das ideias explicitadas pelo texto aprendem-se as regras do português culto, erudito, aprendido por regras normativas, a fim de melhorar também a qualidade do texto, seja oral, seja escrito". Em termos de Gramática, recomenda estudar crase, acentuação, concordância verbal e concordância nominal, uso de pronomes relativos e o imperativo, transitividade verbal, conjunções além da regência verbal e nominal. Os verbos impessoais (haver e fazer) também merecem dedicação especial. Outra dica é o aportuguesamento de palavras estrangeiras que podem ser usadas na interpretação textual caracterizando exercícios de sinonímia e antonímia. "Textos retirados de revistas e de jornais de circulação nacional têm a preferência", diz.

PROVAS - No dia 18, os exames serão aplicados no período da manhã  para os técnicos e à tarde para os analistas. Os horários serão divulgados com a convocação para as provas, no início de março, juntamente com os locais e distribuição de inscritos por cargo. Para os técnicos serão 80 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos, com peso um, e 30 de Específicos, com peso três. A duração será de quatro horas. Para analistas, 20 de Conhecimentos Básicos, com peso um, e 40 de Conhecimentos Específicos,  com peso três, além de redação, com peso dois. A duração é de 4h30.  Para ser aprovado será necessário acertar, no mínimo, 50% do total de pontos de Conhecimentos Básicos e 50% de Conhecimentos Específicos. Para os analistas, somente serão corrigidas as redações dos 500 primeiros colocados para a área jdiciária, 100 para administrativa, dez para Medicina, dez para Psicologia, 30 para Contabilidade, 15 para Estatística e 20 para Análise de Sistemas. A redação vale dez pontos, sendo necessário atingir um mínimo de seis para ser aprovado.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações