Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso TRE-PA: projeto básico traz estrutura das provas

Projeto básico do concurso TRE-PA traz estrutura das provas. FOLHA DIRIGIDA teve acesso ao documento com exclusividade.

Com a contratação da organizadora do concurso TRE-PA 2019 concluída, o edital da seleção não deve demorar a sair. Antes disso, porém, os milhares de interessados já podem conferir a estrutura das provas da seleção para técnicos e analistas.

A informação consta no projeto básico do concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), ao qual FOLHA DIRIGIDA teve acesso com exclusividade.

De acordo com o documento, os candidatos serão submetidos a uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. O exame contará com 80 questões, sendo 40 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos. 

Na parte de Conhecimentos Gerais haverá itens de Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa; Noções de Informática; Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais; e Regimento Interno do Tribunal. Já os itens de Conhecimentos Específicos vão variar de acordo com o cargo. Veja:


ASSINANTES CONFEREM PROJETO DO EDITAL DO TRE-PA NA ÍNTEGRA
(Você precisa estar logado para conferir)


Técnico judiciário (área administrativa): Noções de Direito Administrativo, de Direito Constitucional, de Direito Eleitoral, de Administração Pública e de Administração Financeira e Orçamentária.

⇒ Técnico judiciário (Operação de Computadores): Fundamentos da Computação, Sistemas  Operacionais, Aplicativos, Noções de redes de computadores, Inglês técnico.
Analista judiciário (sem especialidade): Direito Constitucional, Direito Eleitoral, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal e noções de Administração Pública.

⇒ Analista judiciário (área administrativa): Direito Constitucional, Direito Eleitoral, Direito Administrativo, Administração Pública, Administração Financeira e Orçamentária, noções de Direito Civil, de Direito Processual Civil, de  Direito Penal e de Direito Processual Penal.
 
⇒ Analista judiciário (Psiquiatria): Ética médica e bioética, Conhecimentos clínicos e conduta médico-pericial, Perícia psiquiátrica, Psiquiatria Geral, Psicoterapias, Emergências psiquiátricas, Intervenção hospitalar, Trabalho com equipes multidisciplinares, Diagnóstico diferencial em psiquiatria e Psiquiatria Forense;

⇒ Analista judiciário (Análise de Sistemas): Infraestrutura e conectividade, Desenvolvimento de Sistemas, Banco de dados, Segurança de informação, Gestão e governança de TIC, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração Pública, Inglês técnico.

As avaliações do concurso TRE-PA serão aplicadas em dois turnos, com duração de quatro horas. Para analistas as provas serão realizadas no turno da manhã. À tarde será a vez dos concorrentes às vagas de técnico.

As questões de Conhecimentos Gerais terão peso um e as de Conhecimentos Específicos, peso três. Serão aprovados os que acertarem, no mínimo, 60% das questões de cada uma das disciplinas.

Para o cargo de analista, em todas as especialidades, será aplicada também uma redação. O exame será realizado na mesma data e turno da prova objetiva com base nos conteúdos de Conhecimentos Específicos listados no edital. Neste caso a avaliação terá peso dois.

>> Prepare-se para o concurso TRE-PA <

Cadastro de reserva terá pelo menos 500 aprovados

O projeto básico do concurso TRE-PA aponta uma informação importante para os interessados: a previsão de aprovados no cadastro de reserva. No total, segundo o documento, pelo menos 500 constarão na lista que será utilizada pelo tribunal para suprir vacâncias. O número por cargo é o seguinte:

  • Para o cargo de técnico judiciário – área administrativa (sem especialidade): 200 aprovados
  • Para os demais cargos de técnico judiciário: 50 aprovados
  • Para os cargos de analista judiciário – área judiciária (sem especialidade): 200 aprovados
  • Para os demais cargos de analista judiciário: 50 aprovados

O quantitativo de aprovados no cadastro de reserva pode ser ainda maior, já que os empatados na última posição especificadas serão incluídos na lista. Esse cadastro será utilizado pelo tribunal durante o prazo de validade do concurso, de dois anos, podendo chegar a quatro.

As chamadas acontecem assim que servidores saem do tribunal, seja por aposentadoria, exoneração ou falecimento. Como 2020 é ano eleitoral, há expectativa que um bom número de aprovados sejam aproveitados já no ano que vem. 

Essa visão é compartilhada pelo presidente da comissão do concurso TRE-PA, Rodrigo Augusto. Um exemplo de aproveitamento do cadastro, de acordo com ele, é a última seleção. 

O presidente da comissão lembrou que em 2013, apesar da oferta de poucas vagas, o aproveitamento do cadastro de reservas foi positivo.

"São poucas vagas no início, mas é importante destacar que a rotatividade desses cargos costuma ser grande, tanto que no último concurso oferecemos poucas vagas, mas no decorrer no período de validade dele chegamos a chamar em torno de 40 candidatos do cargo de analista e quase 80 do cargo de técnico judiciário", relembrou Rodrigo.

O presidente também afirmou que o objetivo é concluir a realização do concurso até as próximas eleições municipais. Desta forma, os novos servidores poderão reforçar o quadro de pessoal do TRE-PA nas próximas Eleições. 

Concurso TRE-PA terá vagas para níveis médio e superior

O projeto básico traz também informações sobre oferta de vagas. De acordo com o documento, serão três vagas. Entretanto, o tribunal já informou que a oferta será maior: oito vagas, sendo duas para técnico judiciário da área administrativa (nível médio) e uma para técnico judiciário para operação de computadores (nível médio/técnico). 

Para analista será ofertada uma vaga para analista da área judiciária (formados em Direito); uma para analista judiciário com especialidade em Psiquiatria; duas para analista judiciário sem especialidade (graduados em qualquer área); e uma para analista judiciário em análise de sistemas.

Já as vagas de analistas com especialidade em Medicina serão destinadas à formação de um cadastro de reservas, conforme previsto no projeto básico.

A remuneração para técnicos do TRE-PA em início de carreira é de R$8.501,45. Já para analistas, o valor é de R$13.365,38. Estão somados à remuneração o auxílio-alimentação (R$910,08) e gratificações de Atividade Judiciária (GAJ). 

Os servidores ainda têm direito a outros benefícios. Entre eles, assistência pré-escolar por dependente de até cinco anos, no valor de R$712,62. Todos os selecionados, com exceção do analista de Medicina, cumprirão carga de 40 horas semanais. Os médicos terão carga de 20 horas.

IBFC ficará à frente do concurso TRE-PA

O organizador do concurso TRE-PA 2019 será o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), que ficará responsável por receber inscrições e aplicar provas. A contratação, feita por meio de dispensa de licitação, foi anunciada na última terça-feira, dia 8

O TRE-PA ainda aguarda um prazo para recurso de cinco dias úteis para formalizar a contratação. Depois disso, será feita a assinatura do contrato entre a organizadora e o TRE-PA. 

enlightenedAinda não é assinante da FOLHA DIRIGIDA? Invista agora na sua preparação para concursos e garanta benefícios

Conforme consta no projeto básico, as inscrições deverão ser realizadas em um prazo de 30 dias. Embora não informe o valor das taxas de inscrição, o documento indica que haverá isenção para:

  • Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Último concurso TRE-PA para servidores aconteceu em 2013

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) não realiza concurso para ingresso de novos servidores desde 2013. Na época a oferta também foi de oito vagas imediatas, mais formação de cadastro de reserva.

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, além de uma avaliação discursiva para analistas. A objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, foi composta por 60 questões. Os itens foram distribuídos por disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos. 

+ Resolva provas anteriores do TRE-PA

Os itens de Conhecimentos Gerais abordavam conteúdos de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do TRE-PA.  A avaliação discursiva, aplicada aos candidatos às vagas de analista, consistia na elaboração de um texto dissertativo, de 20 a 40 linhas. O organizador à época foi o Iades. 

+Acesse o último edital do TRE-PA, de 2013
+Concurso TRE-PA: confira todos os detalhes da última seleção

CARGO DO ÚLTIMO CONCURSO TRE-PA REQUISITOS REMUNERAÇÃO ATUAL
Técnico administrativo Nivel médio R$8.501,45
Técnico de operação de computadores Nível médio/técnico na área R$8.501,45
Técnico de programação de sistemas Nível médio/técnico na área R$8.501,45
Analista administrativo Nível superior em qualquer área R$13.365,38
Analista da área judiciária Nível superior em Direito R$13.365,38
Analista em engenharia elétrica Nível superior em Direito R$13.365.38
Analista em análise de sistemas Nível superior na área R$13.365.38
Análista em Medicina Nível superior na área R$13.365.38
Analista em Taquigrafia Nível superior na área R$13.365.38

Comentários