Concurso TJ-SC 2017: professor dá dicas de estudo para Direito Constitucional

A Folha Dirigida, em parceria com o curso Rico Domingues, dá início ao Especial TJ-SC. A primeira dica refere-se a Direito Constitucional com o professor Cleber Regian Paganelli

Com o concurso já autorizado, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) se prepara para ofertar novas vagas de técnicos, analistas, oficiais, entre outras. Pensando nisso, a Folha Dirigida, em parceria com o curso Rico Domingues, dá início ao Especial TJ-SC. A primeira dica e videoaula referem-se a Direito Constitucional, com o professor Cleber Regian Paganelli.
 

Confira os temas que poderão ser cobrados no exame 

Para o professor, é importante que o candidato esteja preparado para quaisquer questionamentos sobre os pontos do edital, ainda que já esteja estudando há algum tempo. “Acredito que o tema relativo aos Direitos Fundamentais é sempre pedido. Seja no que se refere aos aspectos gerais ou mesmo em espécie”, afirmou.
 
De acordo com sua experiência, Cleber garante que há tópicos essenciais, que praticamente todos editais abordam, e devem ter uma maior atenção dos candidatos, como por exemplo, os artigos 1º ao 17° da Constituição Federal de 1988.
 
Além disso, há outros temas como a parte relativa à Organização do Estado (arts. 18 ao 36), com ênfase nas competências dos entes da federação, sobretudo em relação à União (arts. 21 ao 24).
 
 
E não acaba por aí não. É importante o estudo de outros assuntos como os Poderes da República, com ênfase no Poder Judiciário, uma vez que o concurso será para ingresso no TJ-SC e, portanto, órgão integrante desta estrutura.
 
“Para os candidatos que prestarão a prova para o cargo de analista jurídico, é importante estudar o Controle de Constitucionalidade”, enfatiza o professor.
 

Conheça as questões do último concurso

 

 



Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários