Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

TJ-RJ antecipa a posse de aprovados em concurso para sexta, 12

TJ-RJ antecipa a posse de aprovados em concurso para sexta, 12

Presidente do TJ-RJ, Claudio Tavares, anuncia antecipação da posse de aprovados no concurso de 2016. Cerimônia será na sexta, 12.

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro antecipou a cerimônia de posse dos aprovados para o dia 12 de julho. Antes marcada para o dia 15, a convocação é referente ao concurso TJ-RJ 2016, que visava ao provimento dos cargos de técnico e analista. 

De acordo com o aviso nº 26/2019, publicado no Diário da Justiça Eletrônico, o Desembargador Claudio de Mello Tavares anuncia que a posse acontecerá na próxima sexta-feira, às 11h.

A cerimônia acontecerá no Auditório Desembargador Antonio Carlos Amorim (4º andar do Fórum Central). Os servidores empossados começam a trabalhar na próxima segunda, 15, quando começa o Programa de Integração Funcional (PIF).

TJ-RJ antecipa posse de aprovados em concurso de 2016
(Foto: Divulgação/PGE-RJ)

Concurso TJ-RJ para área de apoio e juiz está sendo preparado

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro prepara concursos para técnicos e analista, além de juízes. Em entrevista ao jornal O Fluminense, o presidente declarou que a discussão da Reforma da Previdência resultou na aposentadoria de cerca de 600 servidores. Isso causou um déficit de mão de obra no Judiciário.

“A nossa perspectiva é a de abrir um novo concurso ainda neste ano. Dependemos da publicação do edital, da contratação da empresa para elaborar as provas, mas estamos otimistas. Evidente que vai depender do nosso orçamento, mas, como temos pessoas que estão se aposentando, precisamos fazer", afirmou o presidente.

A carreira de técnico judiciário exige apenas nível médio e tem remuneração inicial de R$5.100,06, sendo R$3.870,06 de vencimento-base e R$1.230 de auxílio-alimentação.

⇒ Concurso TJ-RJ: confira tudo sobre o cargo de técnico judiciário

Para o cargo de analista judiciário nas especialidades de execução de mandados/oficial de justiça é exigido graduação em Direito. O de comissário de justiça é aberto a formados em Administração, Serviço Social, Sociologia, Psicologia, Pedagogia ou Direito.

Já para assistente social e psicólogo, é necessário ter curso superior nas respectivas áreas. O salário é de R$7.603,89 para analista. A exceção é o oficial de justiça, que recebe R$9.516,06 (com inclusão de R$1.912,17 de auxílio-locomoção).

Quer intensificar os estudos para o concurso TJ-RJ? Confira!
Assinatura Folha + Descomplica

Nos valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$1.230. O chefe do Judiciário ainda incentivou o estudo dos milhares de interessados em ingressar no TJ.

“Acho razoável que se faça um novo concurso para aquelas pessoas que estão estudando tenham oportunidade. Até o final do ano, haverá concurso para serventuários e também para a magistratura como foi anunciado pelo então presidente Milton Fernandes de Souza”, afirmou.

Para se candidatar a juiz será preciso ter bacharelado em Direito há três anos,no mínimo. O candidato também deve ter idade até 65 anos na data da inscrição e três anos de atividade jurídica.

A remuneração inicial é de R$21.711,74, de acordo com dados do tribunal disponibilizados em 2013. Esse valor pode chegar a R$25.323,51, devido a progressões na carreira.

Saiba como estudar para concursos tribunais 2019! 




Comentários