Concurso TJ RJ: tribunal confirma 160 vagas e distribuição por cargo

De acordo com a Assessoria de Imprensa, o concurso TJ RJ terá oferta de 160 vagas, sendo 85 para técnico e 75 para analista judiciário

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA que a oferta do novo concurso TJ RJ será de 160 vagas. Em resposta nesta sexta-feira, 10, a Assessoria de Imprensa do órgão anunciou que 85 oportunidades serão para técnico judiciário (nível médio) e 75 para analista judiciário (nível superior). 

Confira a distribuição das vagas do concurso TJ RJ:

  • Técnico de Atividades Judiciária, sem especialidade – 85 vagas;
  • Analista Judiciário, sem especialidade – 31 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Contador – 2  vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Execução de Mandados – 10 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Psicólogo – 5 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Assistente Social – 5 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Comissário de Justiça da Infância, da Juventude  e do Idoso – 5 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Médico – 6 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Médico Psiquiatra – 1 vaga;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Negócios – 2 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Infraestrutura – 2 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Projetos – 1 vaga;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Segurança da Informação – 2 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Sistemas – 2 vagas;
  • Analista Judiciário especialidade Analista de Gestão de TIC – 1 vaga

Questionado sobre um prazo para o edital, o setor disse que o documento está em elaboração pela equipe técnica, sem datas definidas para publicação. 

Por outro lado, o presidente do tribunal, desembargador Claudio de Mello Tavares, adiantou que o edital será divulgado até janeiro. Em entrevista concedida em agosto, ele indicou que as provas do concurso serão realizadas no primeiro semestre de 2020. 

Para cumprir essas previsões, o TJ do Rio agiliza os trâmites internos. O Cebraspe (antigo Cespe/UnB), por exemplo, já foi contratado como banca organizadora. Ele será o responsável por receber as inscrições do concurso e aplicar as etapas de seleção, como provas objetivas. 

TJ RJ prepara novo concurso para níveis médio e superior
(Foto: Diego Santos)

 

O tribunal e a banca ainda não confirmaram se as questões serão de múltipla escolha ou no estilo 'certo' e 'errado', como o Cebraspe tem adotado nos últimos anos. Também não há informação oficial se uma questão em desacordo com o gabarito anulará os pontos de um acerto.  

O que já está certo é que os candidatos a técnico judiciário (nível médio) serão avaliados apenas provas objetivas. Já os concorrentes a analista judiciário (nível superior em diferentes áreas) serão submetidos a provas objetivas, discursivas e de títulos.

Tais dados constam na dispensa de licitação que oficializa o Cebraspe como banca, publicada no Diário da Justiça Eletrônico de 9 de janeiro. 

Concurso TJ RJ: contrato com Cebraspe é assinado. Edital iminente!
+ Escolha do Cebraspe como banca rende memes nas redes sociais

Concurso TJ RJ terá vagas em 14 especialidades de analista

Por mais que o número de vagas por área não tenha sido anunciado, o regulamento do concurso TJ RJ, divulgado em novembro, confirma que o edital trará 14 especialidades para analistas judiciários. Confira a tabela completa de cargos a seguir:

CARGO REQUISITO REMUNERAÇÃO
Técnico de atividade judiciária sem especialidade Nível médio completo R$5.556,06
Analista judiciário sem especialidade Nível superior em Administração, Direito ou Economia R$8.059.89
Analista judiciário - Contador Nível superior em Contabilidade R$8.059.89
Analista judiciário - Psicólogo Nível superior em Psicologia R$8.059,89
Analista judiciário - Assistente Social Nível superior em Serviço Social R$8.059,89
Analista judiciário - Comissário da Infância, Juventude e Idoso Nível superior em Administração, Serviço Social, Sociologia, Psicologia, Pedagogia ou Direito R$8.059,89
Analista judiciário - Médico Nível superior em Medicina R$8.059,89
Analista judiciário - Médico Psiquiatra Nível superior em Medicina R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Negócios Nível superior na área R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Infraestrutura Nível superior na área R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Projetos Nível superior na área R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Segurança da Informação Nível superior na área R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Gestão de TIC Nível superior na área R$8.059.89
Analista judiciário - Analista de Sistemas Nível superior em Análise de Sistemas R$8.059,89
Analista judiciário - Execução de Mandados Nível superior em Direito  R$9.972,05


O tribunal contrata pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia aos servidores. 

Segundo o contrato firmado com o Cebraspe, as taxas de inscrição serão de R$80 para técnico judiciário e R$100 para analista. O tribunal estima receber cerca de 80 mil candidaturas. 

+ Concurso TJ-RJ 2019: o que estudar para técnico?

Provas podem ter mesma estrutura do concurso de 2014

O diretor de Gestão de Pessoas do tribunal, Gabriel Albuquerque Pinto, apontou, em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, que a estrutura de provas não deve trazer grandes alterações em relação ao último concurso TJ RJ, realizado em 2014. 

curso online para concurso TJ-RJ

A expectativa, conforme o diretor, é que a seleção tenha o mesmo formato das anteriores.

"As pessoas podem se basear pelos editais anteriores. As disciplinas vão sofrer a atualização necessária da legislação. Mas a estrutura vai ser mantida, pois é a que vem dando certo ao longo da história do tribunal", informou.

Em 2014, o concurso foi organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta por 100 questões de múltipla escolha.

 As perguntas foram divididas em três grupos, cada um contendo as seguintes disciplinas:

  • Grupo I: Língua Portuguesa (30), Raciocínio Lógico (10);
  • Grupo II: Noções de Direito Administrativo e Constitucional (10), Noções de Direito Processual Civil (15), Noções de Direito Processual Penal (15);
  • Grupo III: Noções de Custas Judiciais (10) e CODJERJ, Consolidação Normativa e Legislação Complementar (10).

Foi aprovado na objetiva o candidato que, simultaneamente, acertou, no mínimo 50% do total da prova, 40% do total dos grupos II e III, ou acertou, no mínimo, uma questão em cada umas das disciplinas contidas nos três grupos. 

Como estudar Direito Administrativo para o concurso TJ RJ? 



Comentários