Concurso TJ RJ juiz substituto: lista de habilitados à segunda fase

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro publicou o resultado preliminar das provas objetivas do concurso para juiz substituto.

Após retificação, o concurso TJ RJ para juiz substituto divulgou os resultados preliminares das provas objetivas. A listagem com a relação dos candidatos saiu no Diário da Justiça Eletrônico do Estado do Rio de Janeiro desta quinta-feira, 12.

De acordo com o cronograma, no próximo dia 17 os candidatos poderão conferir as folhas de respostas. Já o período de interposição de recursos contra os resultados da avaliação acontecerá durante os dias 19 e 20.

Nesse caso, para os que forem interpor os recursos, será necessário acessar o site da Vunesp, banca organizadora, acessar o campo próprio e seguir as instruções nele contidas.

Os classificados no exame objetivo ainda serão convocados para a segunda etapa, que será composta por provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório.

Na primeira prova os concorrentes terão 5 horas para responderem 25 questões, que constistirão em: 

I. questões sobre pontos do programa específico do Anexo I do edital de abertura, referente à relação de matérias das disciplinas mínimas do concurso para provimento do cargo de Juiz de Direito Substituto da Justiça Estadual; e
II. questões relativas a Noções Gerais de Direito e Formação Humanística, previstas no Anexo II do edital de abertura.

Já a outra avaliação será composta por um teste prático de sentença, sendo uma de natureza cível e outra de natureza penal.

Concurso TJ-RJ divulga resultados das provas objetivas
(Foto: Diego Santos)

Concurso TJ-RJ tem remuneração inicial de R$30 mil

Com edital publicado em setembro de 2019, o concurso TJ RJ trouxe a oferta de 50 vagas para ingresso na Magistratura de Carreira, com provimento imediato. Para se inscrever foi necessário ter até 65 anos e ser bacharel em Direito há, no mínimo, três anos.

Os interessados também precisaram ter três anos de atividade jurídica até a data da inscrição definitiva, exercida a partir da conclusão do curso de Direito. A remuneração inicial é de R$30.404,42. Das 50 vagas, três são reservadas para candidatos com deficiência e dez para negros.

Depois de passarem pelas provas escritas, ainda haverá a terceira etapa de inscrição definitiva, com avaliação física dos candidatos com deficiência, exame de sanidade física e mental, avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa e investigação social.

Posteriormente, os classificados realizarão a quarta etapa, composta por prova oral sobre conhecimento técnico acerca das disciplinas relacionadas nas provas escritas. De acordo com o cronograma, a expectativa é de que a prova oral seja realizada nos dias 4 e 7 de agosto. Por fim, haverá avaliação de títulos.

A validade do concurso será de dois anos. Podem ocorrer mais convocações durante este período, de acordo com a necessidade do tribunal. 

Comentários