Concurso TJ RJ: esforços são para divulgar o edital ainda este mês

Edital do concurso TJ RJ 2020 está previsto para sair após o Carnaval, mas ainda em fevereiro. Oportunidades nos níveis médio e superior.

O edital do concurso TJ RJ 2020 para a área de apoio deverá sair logo após o Carnaval. O objetivo do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro era liberá-lo até esta sexta, dia 21, conforme informou fonte do TJ-RJ à FOLHA DIRIGIDA. No entanto, questões burocráticas emperraram a publicação. Uma delas é o cronograma.

“Os esforços continuam sendo o de divulgar o edital até o final do mês. Vamos ver se conseguiremos fazer isso logo após voltar do Carnaval, pois precisamos colocar o concurso na rua. No entanto, há ainda algumas pendências para serem resolvidas, entre elas o calendário do concurso”, disse a fonte nesta segunda-feira, dia 17, lembrando que o presidente do TJ-RJ, desembargador Claudio de Mello Tavares, tem pressa na abertura da seleção.

 

Edital do concurso TJ-RJ deve ser divulgado ainda este mês
(Foto: Divulgação PGE-RJ)


Como o concurso sairá após o Carnaval, as inscrições só deverão ser abertas em março. O Cebraspe (antigo Cespe/UnB) costuma dar um intervalo de uma semana após a divulgação do edital para iniciar o prazo. Já a tendência é mesmo que as provas só ocorram em meados de maio.

Embora o concurso vise ao preenchimento inicial de 160 vagas (85 de técnico e a 75 de analista), o presidente do TJ-RJ acredita que o tribunal usará bastante o cadastro de reserva da seleção, assim como aconteceu na última seleção, até porque é grande o número de aposentadorias no órgão, o que aumenta bastante a carência de pessoal.

No concurso passado, realizado em 2014, o TJ-RJ ofereceu 208 vagas, mas 1.047 aprovados foram chamados durante os quatro anos do prazo de validade da seleção.

Já no de 2012, a oferta foi de 284 vagas, sendo que 1.280 foram chamados. Atualmente, segundo o Portal de Transparência do tribunal, há mais de 3.500 cargos vagos de técnico (nível médio) e analista (nível superior) judiciários.

Para técnico, a remuneração é de R$5.556,06. Já para analista, os ganhos são de R$8.059,89, exceto para a especialidade de execução de mandados (oficial de cartório), cujo o valor é de R$9.972,05. Todos os valores incluem R$1.290 de auxílios-alimentação e refeição. As contratações ocorrerão pelo regime estatutário (garantia de estabilidade).

curso online para concurso TJ-RJ


O TJ-RJ já definiu que os candidatos a técnico judiciário serão submetidos a somente uma prova objetiva. Já os analistas judiciários serão avaliados por meio dessa etapa também, além de um exame discursivo e análise de títulos.

Os interessados no concurso devem usar como base de estudo o programa do concurso de 2014, tendo em vista que o diretor de Gestão de Pessoas do TJ-RJ, Gabriel Pinto, já havia dito à FOLHA DIRIGIDA que o conteúdo não deverá sofrer alterações significativas. O prazo de validade da seleção deverá ser de dois anos, podendo dobrar.

Provas devem ocorrer em maio de 2020 

Com o edital ainda este mês, a tendência é que as provas sejam aplicadas em abril ou, mais provavelmente, em maio. A tendência é que o TJ-RJ conceda, ao menos, dois meses de estudos a partir da publicação do edital.

No entanto, dia 12 de abril é domingo de Páscoa e as provas do TCE-RJ estão marcadas para os dias 25 e 26. Haveria a possibilidade de as provas serem aplicadas no dia 19 de abril. No entanto, como o edital do TCE-RJ saiu primeiro, é pouco provável que o TJ-RJ aplique as avaliações antes.

Independentemente do dia de divulgação do edital e da data exata para a aplicação das provas, os futuros candidatos devem intensificar ao máximo a preparação, pois o concurso para o TJ-RJ deverá atrair um grande número de inscritos. 

Concurso TJ-RJ tem remuneração de até R$9,9 mil

 A remuneração para analista judiciário é de R$8.059,89 para quase todas as especialidades, menos para Execução de Mandados, cujo valor inicial é de R$9.972,05.

Quem ingressar no TJ-RJ será contratado pelo regime estatutário e, com isso, terá garantida a estabilidade no emprego. 

Para ser aprovado no concurso, será preciso obter a classificação nas etapas da seleção. Serão elas: prova objetiva, avaliação discursiva e análise de títulos (apenas para analista), assim como comprovação de sanidade física, mental e dos requisitos à investidura dos cargos. 

 ► Concurso TJ-RJ 2019: o que estudar para técnico?

Além dos auxílios-alimentação e transporte, os concursados também terão direito a plano de saúde e auxílio-creche ou educação, de R$1.238,11. Além disso, o Órgão Especial do TJ-RJ aprovou, por unanimidade, o anteprojeto de novo plano de carreira para os servidores.

E de acordo com o texto, os profissionais poderão ser promovidos a cada dois anos. 

A minuta com as novas regras para progressão funcional foi encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) para apreciação. Em caso positivo, dependerá da sanção do governador Wilson Witzel para entrar em vigor. Hoje, a progressão e a promoção dos profissionais ocorrem com a vacância dos cargos.