Concurso TJ-RJ 2020: tribunal fecha últimos detalhes do cronograma

Edital do concurso TJ-RJ, que oferta 160 vagas, será lançado em breve.

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) está finalizando os preparativos para divulgar nos próximos dias o edital do concurso TJ RJ para a área de apoio.

De acordo com uma fonte do órgão, no momento está sendo discutido o cronograma da seleção, que trará oferta de 160 vagas de técnico e analista judiciários.

A previsão é que as inscrições sejam abertas ainda em fevereiro, pelo site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador do concurso. Já as provas deverão ser aplicadas em abril ou maio, com maior probabilidade de acontecer em maio. A expectativa é grande, já que o TJ-RJ pode anunciar a qualquer momento o cronograma.

O grande destaque do concurso é a carreira de técnico judiciário, que contará com 85 vagas imediatas. Para concorrer, basta é necessário ter o ensino médio completo. Já para a carreira de analista serão 75 vagas, sendo 31 sem especialidade (para formados em Administração, Direito, Contabilidade e Economia) e 44 para as seguintes especialidades:

  • execução de mandados (Oficial de Justiça); 
  • comissário da infância e juventude; 
  • contador; 
  • psicólogo;
  • assistente social; 
  • médico; 
  • médico/psiquiatra; 
  • analista de negócios; 
  • analista de projetos; 
  • analista de segurança da informação; 
  • analista de gestão de TIC; e
  • analista de sistema.

As remunerações são de R$5.556,06 para técnico e de R$8.059 para analista. A exceção é o analista em execução de mandados (oficial de justiça), cujo valor é de R$9.972,05. Todos os valores já incluem R$1.290 de auxílios-alimentação e refeição.

Embora o concurso tenha oferta de 160 vagas, outras poderão ser preenchidas durante o prazo de validade, que será de dois anos, podendo dobrar. Isso porque o TJ-RJ tem um histórico de contratar muitos aprovados de suas seleções, usando bastante o cadastro de reserva.

Concurso TJ-RJ: edital será lançado em breve (Foto: Pixabay)

Concurso para o TJ-RJ terá prova objetiva e análise de títulos para nível superior 

O TJ-RJ já definiu que os candidatos a técnico judiciário serão submetidos a somente uma prova objetiva. Já os analistas judiciários serão avaliados por meio dessa etapa também, além de um exame discursivo e análise de títulos.

A expectativa é que não ocorram alterações significativas no conteúdo programático, sobretudo no que diz respeito à inclusão e exclusão de disciplinas. No concurso de 2014, os candidatos a técnico judiciário - cargo que deverá atrair maior número de inscritos - foram submetidos a 100 questões, sendo elas:

  • 30 de Língua Portuguesa; 
  • dez de Raciocínio Lógico Matemático;
  • dez de Noções de Direito Administrativo e Constitucional; 
  • 15 de Noções de Direito Processual Civil;
  • 15 de Noções de Direito Processual Penal;
  • dez de Noções de Custas Judiciais; e
  • dez de Código de Organização e Divisão Judiciárias do Estado do Rio de Janeiro (Codjerj), Consolidação Normativa e Legislação Complementar.

Assinatura Folha Dirigida

Último concurso aconteceu há seis anos

O último concurso para técnico judiciário do TJ-RJ foi realizado em 2014 e contou com a organização da Fundação Getúlio Vargas (FGV). O edital teve a oferta de 90 vagas para a carreira, com exigência de ensino médio completo.

Os concorrentes foram avaliados por meio de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, com 100 questões de múltipla escolha. A distribuição por disciplina ocorreu da seguinte maneira:

Grupo I

  • Língua Portuguesa – 30 questões;
  • Raciocínio Lógico Matemático – 10 questões;

Grupo II

  • Noções de Direito Administrativo e Constitucional – 10 questões;
  • Noções de Direito Processual Civil – 15 questões;
  • Noções de Direito Processual Penal – 15 questões;

Grupo III

  • Noções de Custas Judiciais – 10 questões;
  • CODJERJ, Consolidação Normativa e Legislação Complementar – 10 questões;

Os aprovados precisaram alcançar, no mínimo, 50% do total da prova, ou seja, 50 questões. Além de acertar, pelo menos, 40% do total dos Grupos II e III, isto é, 24 questões e acertar no mínimo uma questão em cada uma das disciplinas contidas nos três grupos.