Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Governador sanciona novas vagas para o TJ-PE

O governador Eduardo Campos sancionou a Lei 14.684 que cria 1.019 cargos para Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJ-PE). As vagas serão preenchidas por aprovados no concurso de 2011, segundo o presedente do Tribunal, Jovaldo Nunes Gomes.

O governador Eduardo Campos sancionou a Lei 14.684 que cria novos cargos para Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJ-PE). O projeto sancionado pelo governador no último dia 30 tem o objetivo de melhorar a prestação dos serviços feitos pelo Judiciário dando mais rapidez aos processos.
 
Com a aprovação do projeto, a partir de janeiro de 2013, o TJ-PE passa a contar com mais 387 cargos de técnico judiciário, 564 de analista judiciário e 68 de oficial de justiça. Essas oportunidades serão preenchidas com o cadastro do concurso vigente, homologado no dia 16 de maio, conforme afirmou o presidente do órgão, o desembargador Jovaldo Nunes Gomes. “Nossa intenção é prorrogar a validade do concurso (dois anos, renovável) para podermos convocar mais aprovados”, declarou.
 
A previsão é que cada unidade de 1ª Instância passe a funcionar com dois oficiais de justiça, dois analistas judiciários e quatro técnicos judiciários; na 2ª Entrância, serão dois oficiais de Justiça, dois analistas judiciários e cinco técnicos judiciários; e na 3ª Entrância, dois oficiais de Justiça, três analistas judiciários e seis técnicos judiciários.

As 203 vagas imediatas oferecidas no concurso de 2011 já foram convocadas. No último concurso, as oportunidades foram distribuídas entre as funções de técnico que exigia nível médio ou médio/técnico
(R$3.455,73), analista judiciários que requeria nível superior (R$4.312,79) e oficial de justiça, cujo requisito era possuir graduação em Direito (R$5.642,46).

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações