Concurso TJ-PA tem 6 mil isentos e 18 mil autodeclarados negros

Cebraspe divulga lista de isentos, de pessoas que se autodeclararam negras, portadores de deficiência e de pedidos de atendimento especial

O Cebraspe publicou na segunda-feira, 3, quatro listas preliminares referentes ao concurso TJ-PA para servidores:

Conforme relações publicadas, mais de 6 mil pessoas tiveram o pedido de gratuidade da taxa aprovado. Já a lista de candidatos negros contabiliza cerca de 18.800 pessoas. Na condição de portador de deficiência vão concorrer mil pessoas. 

Todas as listas divulgadas pela banca são preliminares, de modo que ainda cabem recursos ou alteração do tipo de concorrência. As contestações e alterações devem ser feitas no site do Cebraspe até as 18h desta quinta-feira, 5. 

A única exceção é a lista com o resultado dos pedidos de isenção da taxa. Neste caso, o prazo para recursos vai até as 18h de sexta-feira, 6 de dezembro, também no endereço eletrônico da banca. 

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Primeiras etapas do concurso TJ-PA serão aplicadas em janeiro

As duas primeiras avaliações do concurso para o Tribunal de Justiça do Pará serão as provas objetiva e discursiva, esta segunda apenas para cargos de nível superior. A aplicação está marcada para o dia 19 de janeiro de 2020.

Os candidatos no nível superior terão até cinco horas para fazer os dois exames. A redação dissertativa deverá conter de 20 a 30 linhas, abordando tema da atualidades apresentado no momento da aplicação. 

Descomplique a sua preparação para o concurso TJ-PA!

A prova objetiva de oficial e analista compreenderá 70 questões, sendo 40 de Conhecimentos Específicos (variando conforme a especialidade) e 30 de Conhecimentos Gerais, que vai abranger:

  • Língua Portuguesa
  • Ética no Serviço Público
  • Administração Pública e Poder Judiciário
  • Legislação
  • Políticas de Saúde (apenas para cargos da área)
  • Matemática/ Raciocínio Lógico (apenas para cargos de Exatas)

Já os candidatos de nível médio terão três horas, no máximo, para realizar somente a prova objetiva. Serão 50 questões, sendo 30 de Conhecimentos Específicos e 20 de Conhecimentos Gerais, que compreenderá:

  • Língua Portuguesa
  • Ética no Serviço Público
  • Administração Pública e Poder Judiciário Legislação
  • Políticas de Saúde (apenas para cargos da área)
  • Matemática/ Raciocínio Lógico (apenas para cargos de Exatas)

Além das provas escritas, os candidatos de nível superior do concurso TJ-PA ainda serão submetidos a análise de títulos, etapa cuja data ainda não foi divulgada pela banca. 

(Foto: Sinjep-PA)
Provas do concurso serão aplicadas em janeiro
(Foto: Sinjep-PA)

Edital oferta 200 vagas nos níveis médio e superior

O edital do concurso TJ-PA foi publicado no início de outubro e depois republicado com alguns cargos a menos, no final do mesmo mês. Ao todo são concorridas 200 vagas em carreiras de níveis médio e superior da área de apoio. 

Além das vagas imediatas, será formado cadastro de reserva, de modo que mais aprovados poderão ser chamados durante a validade do concurso público. O prazo será dois anos, podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período. 

Das oportunidades imediatas, 50 são de auxiliar judiciário sem especialidade, que exige o ensino médio completo. O vencimento inicial é de R$3.207,90 para trabalhar 30 horas por semana. 

Também há previsão de cadastro de reserva para auxiliar na especialidade Programador de Computador, que aceita ensino médio ou curso técnico de Informática ou Desenvolvimento de Sistemas.

No nível superior será formado cadastro para oficial de justiça, que requer que requer a graduação em Direito. As outras 150 vagas são para analistas em várias especialidades. 

O vencimento inicial básico para graduados é de R$4.066,70. No caso de analistas ainda há uma gratificação de R$3.253,36, elevando os ganhos a R$7.320,06. 

Os oficiais também recebem R$3.253,36 de gratificação de nível superior, R$2.846,69 de gratificação risco de vida e R$1.553 de gratificação por atividade externa, elevando os ganhos a R$11.719,75.

Os servidores do Tribunal de Justiça do Pará ainda recebem outros benefícios, como: auxílio-alimentação, assistência pré-escolar, auxílio-transporte, assistência médica e odontológica, e exames periódicos. Os selecionados no concurso serão contratados pelo regime estatutário, que assegura estabilidade.