Concurso TJ-PA para juiz substituto atrai mais de 4 mil candidatos

Concurso para juiz substituto do TJ-PA atrai mais de 4 mil candidatos concorrendo a 50 vagas.

O concurso para juiz substituto do TJ-PA atraiu um total de 4.049 candidatos. A lista definitiva de inscrições homologadas foi divulgada no site do Cebraspe, organizador, bem como as respostas aos pedidos de atendimento especial na prova.

Todos os inscritos concorrem a 50 vagas no cargo de juiz de direito substituto do Tribunal de Justiça do Pará. Deste modo a concorrência estimada é de cerca de 80 candidatos por vaga. 

Como diminuir a concorrência em concurso?

Para ingressar na carreira é preciso ter diploma de bacharel em Direito e três anos de experiência em atividade jurídica, exercida após a formação. De acordo com o edital, o subsídio dos juízes é de R$30.404,42.

Das 50 vagas ofertadas no edital, 37 são para ampla concorrência, dez são reservadas para negros e três para pessoas com deficiência. Além das oportunidades imediatas, também será formado cadastro de reserva de modo que mais pessoas poderão ser convocadas. 

(Foto: Sinjep)
TJ-PA realiza concurso com 50 vagas de juiz
(Foto: Sinjep)

Provas objetivas serão aplicadas no final do mês

O concurso TJ-PA será composto por cinco etapas de avaliação. A primeira delas consistirá na aplicação da prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. O exame está marcado para 27 de outubro, domingo, no período da manhã. 

Serão até cinco horas para responder a 100 questões de múltipla escolha, com peso 1, distribuídas por três blocos de disciplinas:

Bloco I (30 questões): Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Consumidor e Direito da Criança e do Adolescente.
Bloco II (40 questões):  Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional e Direito Eleitoral.
Bloco III (30 questões): Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Ambiental e Direito Administrativo.

O exame será avaliado na escala de 0 a 10 pontos, de modo que cada questão correta vai computar 0,10 ponto. Para ser considerado habilitado será preciso alcançar o mínimo de 30% de acertos nas questões em cada bloco e o mínimo de 60% de acertos no total referente aos três blocos. 

Serão classificados para a segunda etapa os 300 candidatos que obtiverem as maiores notas após o julgamento dos recursos contra os gabaritos oficiais preliminares, respeitados os empates na última posição. Confira as próximas etapas do concurso: 

♦ 2ª etapa – duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório:
prova escrita I – discursiva
escrita II – prática de sentença cível e criminal;
3ª etapa – de caráter eliminatório, composta pelas fases a seguir:
fase I – inscrição definitiva, sindicância da vida pregressa e investigação social
fase II – exame de sanidade física e mental
fase III – exame psicotécnico;
4ª etapa – prova oral, de caráter eliminatório e classificatório; 
♦ 5ª etapa – avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Descomplique a sua preparação para concursos de Tribunais! ♦

Os exames da segunda etapa estão previstos para os dias 20, 21 e 22 de dezembro. As avaliações seguintes terão datas e horários divulgados pela banca oportunamente. 

O concurso terá prazo de validade igual a dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. 

Comentários