Concurso TJ-MA: comissão está na pauta da sessão desta quarta, 15

TJ-MA vota comissão organizadora do concurso para servidores na sessão plenária administrativa desta quarta-feira, 15.

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) deve votar na sessão plenária administrativa desta quarta-feira, 15, a resolução que vai instituir a comissão organizadora do próximo concurso para servidores. Quando aprovado, o documento será encaminhado para publicação no Diário Oficial e deverá ser divulgado nos próximos dias. 

A comissão é o grupo responsável por acompanhar e organizar as etapas do concurso até sua homologação. Os membros vão elaborar o projeto básico e iniciar o processo licitatório para escolha da banca.

Concurso TJ-MA tem regulamento publicado
Concurso TJ-MA: edital para oficial de justiça pode sair até julho

(Foto: Divulgação/ PGE-MA)
Edital do concurso TJ-MA deve ser divulgado ainda neste semestre
(Foto: Divulgação/ PGE-MA)

O concurso TJ-MA vai ofertar 63 vagas distribuídas entre várias carreiras. A relação completa não foi divulgada, mas a expectativa é que sejam contemplados os níveis fundamental, médio e superior. 

O único cargo confirmado é o de oficial de justiça que, a princípio, exige formação de nível médio. No entanto, tramita um processo que altera a escolaridade para o nível superior em Direito.

A remuneração inicial é de R$8.260,62, composta pelo vencimento básico de R$6.883,85 e pela Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) de R$1.376,77. 

Concurso TJ-MA: anunciada a oferta de 63 vagas em vários cargos
Concurso TJ-MA: iniciais de oficial de justiça chegam a R$8 mil

Concurso terá até três etapas de avaliação

No final de abril o TJ-MA divulgou o regulamento do concurso público, que traz informações básicas sobre as etapas de avaliação. A primeira será a prova objetiva, aplicável a todos os cargos. O exame vai abranger Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos. 

Confira notícias referente a concursos de Tribunais

Os candidatos também poderão realizar provas discursiva e de títulos. A discursiva vai abordar um tema de atualidade, podendo estar relacionado à área de atividade ou especialidade de cada cargo.

Na avaliação de títulos, de caráter apenas classificatório, serão considerados diploma de Doutorado; diploma de Mestrado; certificado de especialista em curso de pós-graduação na área concorrida de, no mínimo, 360 horas e com apresentação de monografia ou trabalho de conclusão de curso; e diploma de curso superior, apenas para os cargos de nível médio. A etapa será destinada somente aos aprovados nas provas escritas. 





Comentários