Concurso TJ AM: sai resultado da prova de títulos para analistas

A organização do concurso TJ AM divulgou o resultado das provas de títulos para os concorrentes a analista judiciário, de nível superior

O resultado final da avaliação de títulos para os candidatos a analista judiciário do concurso TJ AM foi publicado na quarta-feira, 15. As pontuações estão disponíveis para consulta pelo site do Cebraspe, banca organizadora. Há também a convocação para o procedimento de verificação da condição para concorrer às vagas de negros.

A etapa de exame dos títulos foi cobrada apenas aos concorrentes de analista judiciário, cargo de nível superior. O concurso para o Tribunal de Justiça do Amazonas também contempla a carreira de assistente judiciário, cujo requisito é o ensino médio completo.

Após a verificação dos inscritos nas cotas, o resultado final do concurso deve ser divulgado. Depois disso, a seleção será homologada para que as primeiras convocações ocorram.

A primeira fase do concurso TJ AM foi a prova objetiva, aplicada no dia 13 de outubro de 2019, nos municípios de Manaus, Tabatinga e Parintins. Dos 68 mil inscritos, cerca de 20% faltaram ao exame.

Para assistente judiciário, as avaliações contaram com 100 questões, sendo 40 de Conhecimentos Básicos e 60 de Conhecimentos Específicos. Já para analista foram 120 itens, das quais 40 de Conhecimentos Básicos e 80 de Conhecimentos Específicos. 

TJ AM realiza novo concurso para ingresso de servidores efetivos
(Foto: Divulgação/TJ AM)

 

Os concorrentes tiveram que julgar sentenças como ‘certas’ ou ‘erradas’. Conforme o método de avaliação do Cebraspe, uma questão errada anulou os pontos de uma questão certa. As disciplinas básicas foram comuns a todos os cargos: 

  • Língua Portuguesa;
  • Geografia do Amazonas;
  • Legislação Institucional e do poder Judiciário;
  • Acessibilidade;
  • Noções de Informática e processo digital (exceto para analista na especialidade de Analista de Sistemas; assistente nas áreas de programador e suporte ao usuário de Informática). 

Como consta no edital, para ser aprovado na objetiva para o cargo de nível médio foi necessário obter o mínimo de 12 pontos em Conhecimentos Básicos e 18 em Conhecimentos Específicos.

Já para nível superior, a classificação ocorreu mediante, pelo menos, 12 pontos em Conhecimentos Básicos e 24 em Específicos.

Concurso TJ AM tem oferta imediata de 160 vagas

O edital do concurso TJ AM foi publicado em julho de 2017. O Tribunal de Justiça do Amazonas oferece 160 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva. Desse total, 140 são para assistente judiciário, em que a remuneração inicial é de R$4.840.70.

As outras 20 oportunidades são para a carreira de analista judiciário, que exige nível superior na área de interesse. Os salários são de R$9.428,49. Os servidores também recebem auxílio-alimentação e auxílio-saúde.

Em entrevista coletiva, o presidente do tribunal, desembargador Yedo Simões, destacou que o órgão apresenta um quadro deficitário de profissionais. Mesmo assim, consegue atingir as metas e trabalhar com produtividade. 

Para suprir a vacância, serão chamados os aprovados no concurso. O presidente afirmou que até 300 concursados poderão assumir os postos no início de 2020.

Assim, o cadastro de reserva será bem utilizado durante a validade da seleção de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois.

"É a concretização de uma meta. A chance para as pessoas que queiram fazer esse concurso", disse Simões. 

Comentários