Concurso TJ-AM divulga notas da prova objetiva e abre para recurso

Os candidatos do concurso TJ-AM já podem conferir o resultado provisório das provas objetivas. Recursos até quinta-feira, 7!

Os resultados provisórios das provas objetivas do concurso TJ-AM foram publicados na terça-feira, 5. As pontuações e os gabaritos, depois da análise dos recursos, estão disponíveis para consulta individual pelo site do Cebraspe, banca organizadora.

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, foram a primeira etapa do concurso com 160 vagas para o Tribunal de Justiça do Amazonas. A aplicação ocorreu no dia 13 de outubro. Dos 68 mil inscritos para assistente e analista judiciário, cerca de 20% faltaram.

Quem for contra a pontuação obtida na objetiva pode entrar com recurso a partir desta quarta-feira, 6. O formulário ficará disponível para preenchimento no portal do Cebraspe até o dia 7 de novembro.

O candidato deve ser claro, consistente e objetivo em sua contestação. Após a análise dos recursos, o resultado final das provas objetivas e convocação para a avaliação biopsicossocial estão marcados para 12 de novembro.

Nesse dia também serão publicadas as justificativas de alteração/anulação de gabaritos oficiais preliminares das avaliações objetivas. De acordo com o edital, para ser aprovado nessa etapa para o cargo de nível médio será necessário obter o mínimo de 12 pontos em Conhecimentos Básicos e 18 em Conhecimentos Específicos.

Já para o cargo de nível superior, a classificação será mediante, pelo menos, 12 pontos em Conhecimentos Básicos e 24 em Específicos. Apenas os habilitados a analista judiciário ainda serão submetidos a avaliação de títulos.

TJ-AM realiza concurso para assistentes e analistas judiciários
(Foto: Divulgação/TJ-AM)

 

O presidente da comissão do concurso TJ-AM, desembargador Ari Moutinho, esteve presente em alguns locais de prova no dia 13 de outubro. O objetivo foi conferir o andamento da aplicação e garantir a transparência e lisura no processo.

“Tivemos um número muito expressivo de candidatos inscritos, o que demandou a organização de uma grande estrutura para a realização das provas e estamos muito satisfeitos com o andamento”, afirmou o desembargador.

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação para concursos!
+ Concurso TJ-AM terá até 3 mil aprovados nos níveis médio e superior

Provas do concurso TJ-AM tiveram de 100 a 120 questões

Os exames objetivos do concurso TJ-AM foram realizados nos municípios de Manaus, Tabatinga e Parintins. Para assistente judiciário, as provas objetivas contaram com 100 questões, sendo 40 de Conhecimentos Básicos e 60 de Conhecimentos Específicos.

Enquanto para analista judiciário foram 120 itens, das quais 40 de Conhecimentos Básicos e 80 de Conhecimentos Específicos. Os participantes tiveram que julgar sentenças como ‘certas’ ou ‘erradas’.

Conforme o método de avaliação do Cebraspe, uma questão errada anulará a pontuação de uma questão certa. As disciplinas básicas foram comuns a todos os cargos: 

  • Língua Portuguesa;
  • Geografia do Amazonas;
  • Legislação Institucional e do poder Judiciário;
  • Acessibilidade;
  • Noções de Informática e processo digital (exceto para analista na especialidade de Analista de Sistemas; assistente nas áreas de programador e suporte ao usuário de Informática). 

A seleção tem a oferta de 160 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva. Desse quantitativo, 140 são para assistente judiciário, em que a remuneração inicial é de R$4.840.70.

As outras 20 chances são para a carreira de analista judiciário, que exige nível superior na área de interesse. Os vencimentos são de R$9.428,49. Os servidores também recebem auxílio-alimentação e auxílio-saúde. O concurso TJ-AM totalizou 68.750 inscrições.

Comentários