Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Prova do turno da manhã é antecipada

Os concorrentes aos cargos de auxiliar e técnico judiciários, ambos de nível médio, do concurso para o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) tiveram o horário de suas provas antecipadas. O exame que será aplicado nesse domingo, 2, terá início às 8h e não mais às 9h. No entanto, para analista judiciário, de nível superior, permanece o mesmo: 14h. A recomendação do Cespe/UnB, organizador da seleção, é para que os candidatos cheguem aos locais de exame com pelo menos uma hora de antecedência.

Os concorrentes aos cargos de auxiliar e técnico judiciários, ambos de nível médio, do concurso para o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) tiveram o horário de suas provas antecipadas. O exame que será aplicado nesse domingo, 2, terá início às 8h e não mais às 9h. No entanto, para analista judiciário, de nível superior, permanece o mesmo: 14h. A recomendação do Cespe/UnB, organizador da seleção, é para que os candidatos cheguem aos locais de exame com pelo menos uma hora de antecedência.
 
A seleção conta com 26.350 de inscritos, sendo 16.008 para nível médio (auxiliar e técnico judiciários) e 10.342 para nível superior (analista judiciário). Os candidatos podem consultar os locais e horários de prova no site do Cespe/UnB. As avaliações objetivas terão três horas de duração e serão aplicadas no turno da manhã para os que concorrem as funções de técnico judiciário e auxiliar judiciário (nível médio). Os que concorrem ao cargo de analista judiciário especializado (superior) também farão uma prova discursiva, ambas no período da tarde, com o duração de quatro horas e trinta minutos. Os exames terão caráter eliminatório e classificatório. Os gabaritos serão divulgados no dia 4 de setembro e o resultado dessa etapa sai no dia 26.
 
Serão abordadas as disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Legislação Específica do Estado de Alagoas, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo, as duas últimas exceto para o cargo de analista judiciário da área judiciária. Haverá também questões de Conhecimentos Específicos de cada cargo. As demais etapas da seleção são avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos, mediante apresentação dos documentos comprobatórios, e exame de sanidade física e mental.
 
O concurso do TJ-AL oferece 174 vagas, sendo 90 para auxiliar judicário, 20 para técnico judiciário e 64 para analista judiciário. As remunerações são de R$1.084,67 (auxiliar), R$2.496,55 (técnico) e R$5.789,19 (analista). A validade da seleção será de dois anos, prorrogável por igual período. A contratação será feita pelo regime estatutário.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações