Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Número de vagas aumenta para 174

O Tribunal de Justiça de Alagoas aumentou a oferta de vagas no concurso que realiza. O número passou de 172 para 174 vagas. A alteração foi no cargo de analista judiciário especializado - análise de sistema - na sede, onde a oferta de passou de cinco para sete vagas.

O Tribunal de Justiça de Alagoas aumentou a oferta de vagas no concurso que realiza. O número passou de 172 para 174 vagas. A alteração foi no de analista judiciário especializado - análise de sistema - na sede, onde a oferta de passou de cinco para sete vagas.

Além da acréscimo, o TJ-Al também divulgou retificações no programa de conhecimentos básicos (comum a todos os candidatos) e de conhecimentos específicos para os cargos de analista judiciário especializado - área administrativa - e técnico judiciário.

Do total de vagas, 92 são para auxiliar judicário, com remuneração de R$1.084,67; 20 para  já para técnico judiciário, com remuneração de R$2.496,55 (ambos os cargos exigem nível médio; e 64 vagas para analista judiciário (superior), com vencimentos de R$5.789,19. A validade da seleção será de dois anos, prorrogável por igual período. A contratação será feita pelo regime estatutário.

As inscrições, que custam R$55 para o nível médio e R$100 para o superior, devem ser feitas no site Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB), organizador, até 3 de julho. O pagamento do boleto pode ser efetuado em qualquer agência bancária até 7 de agosto.

Os portadores de deficiência devem entregar presencialmente ou enviar via Sedex ou carta registrada, com aviso de recebimento, o laude médico e cópia do CPF. Para quem for levar pessoalmente, o atendimento é nos dias úteis, das 8h às 19h, até o próximo dia 3. A declaração de tal condição deve ser feita dentro do período de cadastros.

Os que estiverem desempregados, forem doadores de sangue, comprovarem ser de família de baixa renda ou ganharem até um salário mínimo terão direito a solicitação de isenção de taxa. Os interessados que se enquadrarem em alguma dessas condições deverão fazer o requerimento e entrega-lo, presencialmente, das 8h às 12h ou das 14h às 17h, no Colégio Intensivo, junto com a documentação comprobatória até o 3 de julho. A data provavel para a realização da prova é 2 de setembro.

Prova objetiva  terá 60 questões

A prova objetiva terá 60 questões, divididas entre Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos, que irá variar de acordo com a função pretendida. O teste será aplicado no dia 2 de setembro em dois turnos: na parte da manhã para os concorrentes a auxiliar e técnico judiciário e à tarde para os candidatos a analista judiciário.

As disciplinas abordadas serão Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Legislação Específica do Estado de Alagoas, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo, as duas últimas exceto para o cargo de analista judiciário da área judiciária. No dia 26 de setembro, será divulgado o resultado do teste, primeira etapa do certame.

Além da prova, os candidatos de nível superior ainda farão uma redação, de caráter eliminatório. Os graduandos posteriormente também passarão por avaliações psicológica e de títulos, que comporão a
segunda etapa do certame. Todos os cargos serão submetidos a comprovação de sanidade física e mental, investigação social e curso de formação.

Serviço
Pedidos de isenção: Colégio Intensivo – Rua Largo da Vitória, nº 215 – Pajuçara, Maceió/AL.
Envio do laudo médico: Central de Atendimento do CESPE/UnB – Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte - Caixa Postal 4488, CEP:70904-970, Brasília/DF.



 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações