Concurso TJ-AL para juiz registra mais de 7 mil inscrições

Concurso para juiz substituto do TJ-AL atrai mais de 7 mil candidatos. Lista preliminar das inscrições foi divulgada nesta quinta-feira, 5.

Foi publicada nesta quinta-feira, 5, a lista preliminar de inscrições homologadas no concurso para juiz substituto do TJ-AL. Conforme relação divulgada pela banca, a seleção atraiu um total de 7.156 candidatos.

Serão aceitos recursos contra o resultado das inscrições preliminares. As contestações devem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas (FCC) em dois dias úteis, ou seja, até segunda-feira, 9.

⇒ Como diminuir a concorrência em concurso?

O concurso TJ-AL visa preencher 20 vagas na carreira de juiz, além de formar cadastro de reserva. A remuneração inicial é de R$31.924, 42. O valor é composto por R$30.404,42 de vencimento básico e R$1.520,22 de auxílio-alimentação.

Para ingressar é preciso ter bacharelado em Direito, além de comprovar exercício de atividade jurídica por, pelo menos, três anos contados a partir da obtenção do diploma de ensino superior.

(Foto: Divulgação/TJ-AL)
Concurso TJ-AL tem várias etapas de avaliação
(Foto: Divulgação/TJ-AL)

Provas objetivas do concurso serão aplicadas em outubro

As provas objetivas serão a primeira etapa de avaliação do concurso TJ-AL. O exame terá caráter eliminatório e classificatório. A aplicação está prevista para o dia 6 de outubro. 

Os candidatos terão até cinco horas para responder a 100 questões de múltipla escolha divididas em três blocos, conforme o quadro a seguir.

Blocos Disciplinas Questões por bloco
I . Direito Civil
. Direito Processual Civil
. Direito do Consumidor
. Direito da Criança e do Adolescente
40
II . Direito Penal
. Direito Processual Penal
. Direito Constitucional
. Direito Eleitoral
30
III . Direito Empresarial
. Direito Tributário
. Direito Administrativo
. Direito Ambiental
30

O exame objetivo será avaliados na escala de 0 a 10 pontos, de modo que cada questão valerá 0,1 ponto. Para ser habilitado para a próxima fase será preciso obter o mínimo de 30% de acertos das questões em cada bloco e média final de, no mínimo, 60% de acertos do total das questões.

Serão convocados para a próxima fase os 300 candidatos que obtiverem as maiores notas após o julgamento dos recursos. A etapa consistirá nas provas escritas discursivas e de sentença com aplicações em janeiro de 2020.

Será uma prova discursiva dia 12 de janeiro, uma prova de sentença cível no dia 18 de janeiro e uma de sentença criminal no dia 19 de janeiro. As etapas seguintes consistirão em: 

  • inscrição definitiva; 
  • sindicância da vida pregressa e investigação social; 
  • exame de sanidade física e mental; 
  • exame psicotécnico; 
  • prova oral; e 
  • avaliação de títulos.

Comentários