Concurso TJ-AL para juiz divulga convocação para as provas objetivas

O Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas convoca os inscritos no concurso TJ-AL para juiz para a realização das provas objetivas.

O Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas divulgou a convocação das provas objetivas do concurso TJ-AL para a magistratura. Os exames estão agendados para acontecer no dia 6 de outubro, domingo, pela manhã, para todos os inscritos.

O edital de convocação foi publicado no site da Fundação Carlos Chagas, a organizadora. É recomendado que os candidatos cheguem com antecedência, pois os portões serão abertos às 8h e fechados às 8h30.

A prova terá duração de cinco horas, mas os candidatos deverão permanecer por, pelo menos, três. Serão cobradas 100 questões, sendo divididas em três blocos, dos quais:

  • Bloco 1 - 40 questões
    Direito Civil;
    Direito Processual Civil;
    Direito do Consumidor; e
    Direito da Criança e do Adolescente.
  • Bloco 2 -  30 questões
    Direito Penal;
    Direito Processual Penal;
    Direito Constitucional; e
    Direito Eleitoral.
  • Bloco 3 -  30 questões
    Direito Empresarial;
    Direito Tributário;
    Direito Administrativo; e
    Direito Ambiental.
TJ-AL convoca para as provas objetivas de juiz (Foto: Divulgação)
TJ-AL convoca para as provas objetivas do concurso de juiz
(Foto: Divulgação)​​​​​​

Concurso TJ-AL tem ganhos de R$31,9 mil

O edital de abertura do concurso do TJ-AL para juiz foi publicado em 5 de julho e oferta 20 vagas mais cadatro de reserva para a carreira da magistratura. A remuneração é de R$31.924,64, composto pelo subsídio de R$30.404,42 mais o auxílio alimentação de R$1.520,22.

A carreira exige o bacharelado em Direito, além de comprovação do exercício de atividade jurídica por, pelo menos, três anos, contados a partir da obtenção do diploma de ensino superior.

Para os candidatos que estiverem no cadastro de reserva, não sendo convocados imediatamente, a convocação poderá acontecer durante todo o prazo de validade, que será de dois anos podendo chegar a quatro com a prorrogação.

Quem for aprovado na primeira etapa será convocado para a fase seguinte, composta pelas provas escritas (discursivas e de sentenças), que já têm datas já definidas, sendo:

- Primeira prova escrita (discursiva), dia 12 de janeiro de 2020;
- Segunda prova escrita (sentença cível), dia 18 de janeiro de 2020;
- Segunda prova escrita (sentença criminal), dia 19 de janeiro de 2020;

As demais etapas serão compostas por inscrição definitiva; sindicância da vida pregressa e investigação social; exame de sanidade física e mental; exame psicotécnico; prova oral; e avaliação de títulos. Para este concuros, foram registradas mais de 7 mil inscrições.

Comentários