Concurso TJ-AL: divulgado resultado da prova objetiva para juiz

Os candidatos do concurso TJ-AL para magistratura podem conferir o resultado das provas objetivas. Recursos até esta quarta-feira, 27!

Os resultados da prova objetiva do concurso TJ-AL para juiz foram divulgados na segunda-feira, 25, no Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça de Alagoas. A lista de habilitados na etapa também está disponível para consulta pelo site da Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora.

Quem for contra as pontuações atribuídas pela banca poderá entrar com recurso. O formulário poderá ser preenchido até esta quarta-feira, 27, pelo portal da FCC. Os concorrentes devem ser claros e apresentar argumentação concisa em seus pleitos.

Conforme o edital, foi considerado aprovado na objetiva quem alcançou, cumulativamente, 30% de acertos das questões em cada bloco; média final de, no mínimo, 60% de acertos do total das questões.

A organização do concurso divulgou as notas das provas após a análise dos recursos contra os gabaritos oficiais. De acordo com a banca, três questões foram atribuídas a todos os candidatos. Confira quais foram!

TJ-AL realiza novo concurso para juizes (Foto: Divulgação)

 

Mais de 7 mil inscritos foram convocados para as provas objetivas do concurso TJ-AL para magistratura, realizadas no dia 6 de outubro. Os presentes tiveram que responder a 100 questões divididas em três blocos, da seguinte maneira:

Bloco 1 - 40 questões:

  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito do Consumidor;
  • Direito da Criança e do Adolescente.

Bloco 2 - 30 questões:

  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Eleitoral.

Bloco 3 - 30 questões:

  • Direito Empresarial;
  • Direito Tributário;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Ambiental.

concurso do TJ-AL  ainda será composto por outras quatro etapas: provas escritas (discursiva e de sentenças); sindicância da vida pregressa com exame de sanidade física e mental e exame psicotécnico; prova oral; e avaliação de títulos. 

As provas da segunda fase já têm datas definidas. A primeira avaliação discursiva ocorrerá no dia 12 de janeiro de 2020. Já o exame de sentença cível, no dia 18 de janeiro. Enquanto a prova de sentença criminal será em 19 de janeiro.  

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação
+ Concurso TJ-AL: com suspeita de fraude, candidatos pedem impugnação

Concurso TJ-AL oferece remuneração inicial de R$31 mil

Com edital publicado em julho deste ano, o concurso TJ-AL tem oferta de 20 vagas na magistratura. Segundo estatística oficial da FCC, a seleção totalizou 7.156 inscritos. 

Para se candidatar foi preciso ter bacharelado em Direito e exercício de atividade jurídica por, pelo menos, três anos contados a partir da obtenção do diploma de ensino superior.

A remuneração inicial da carreira é de R$31.924, 42. Esse valor é composto por R$30.404,42 de vencimento básico mais R$1.520,22 de auxílio-alimentação.

Os aprovados além das 20 vagas imediatas formarão cadastro de reserva que poderá ser utilizado durante a validade da seleção. O prazo será de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois.

A prova objetiva do concurso TJ-AL foi marcada por supostas irregularidades. Os candidatos se sentiram prejudicados com a demora na realização da avaliação, tendo em vista a proporção do rasgo no malote com os cadernos de questões.

Grande parte dos presentes se mobilizaram para a impugnação dessa aplicação. Porém, a banca organizadora optou pelo prosseguimento da seleção.

Comentários