Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Cespe retifica edital

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizador do concurso para o Tribunal de Justiça de Alagoas divulgou uma retificação do edital. A mudança foi no Cargo de analista judiciário especializado, que passou a exigir registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Além disso, O conteúdo programático, na parte de conhecimentos específicos, também sofreu alteração.

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizador do concurso para o Tribunal de Justiça de Alagoas divulgou uma retificação do edital. A mudança foi no Cargo de analista judiciário especializado, que passou a exigir registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Além disso, O conteúdo programático, na parte de conhecimentos específicos, também sofreu alteração.

Os inscritos no concurso farão provas objetiva no dia 2 de setembro. A prova será aplicada em dois turnos: na parte da manhã para os concorrentes a auxiliar e técnico judiciário e à tarde para os candidatos a analista judiciário. A seleção terá prova objetiva, investigação social e um curso de formação inicial para todos os candidatos. Os concorrentes ao cargo de analista judiciário especializado serão submetidos ainda a prova discursiva e avaliações psicológica e de títulos.

O concurso oferece  174 vagas, de níveis médio e superior, sendo 90 é para auxiliar judiciário, 20 para o cargo de técnico judiciário  e 64 de analista judiciário especializado. O concurso também formará cadastro reserva e a contratação será feita pelo regime estatutário, garantindo estabilidade ao novo servidor. As remunerações são de R$1.084,67 para auxiliar judiciário (nível médio), R$2.496,55 para técnico (nível médio) e R$5.789,19 para analista (superior). Já a carga de trabalho é de 30 horas semanais e o certame será válido por dois anos, podendo dobrar.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações