Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Cespe divulga locais e horários de prova

Os candidatos do concurso para o Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas podem conferir a partir desta quinta-feira, 23, o horário e o local em que vão realizar as provas objetiva e discursiva. O exame está marcado para o dia 2 de setembro.

Os candidatos do concurso para o Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas podem conferir a partir desta quinta-feira, 23, o horário e o local em que vão realizar as provas objetiva e discursiva. O exame está marcado para o dia 2 de setembro. As informações estão disponíveis no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), organizador.

As provas objetivas serão aplicadas no turno da manhã para os cargos de nível médio e terão duração de três horas. Os que concorrem ao cargo de analista judiciário especializado (superior) também farão uma prova discursiva, ambas no período da tarde, com o duração de quatro horas de trinta minutos. As duas provas terão caráter eliminatório e classificatório. Os gabaritos serão divulgados no dia 4 de setembro e o resultado dessa etapa sai no dia 26. Os candidatos serão avaliados em Língua Portuguesa, noções de Informática, Atualidades, Legislação Específica do Estado de Alagoas, noções de Direito Constitucional e noções de Direito Administrativo, as duas últimas exceto para o cargo de analista judiciário da área judiciária. Haverá também questões de conhecimentos específicos de cada cargo. Os candidatos ainda serão submetidos a avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos, mediante apresentação dos documentos comprobatórios, e exame de sanidade física e mental.

Do total de vagas, 92 são para auxiliar judicário, com remuneração de R$1.084,67. Para técnico judiciárioserão 20 vagas, com vencimentos de R$2.496,55. As outras 64 vagas são para analista judiciário
(superior), com remuneração de R$5.789,19. A validade da seleção será de dois anos, prorrogável por igual período. A contratação será feita pelo regime estatutário.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações