Concurso TCU: entenda como funciona o programa de formação

Entenda como funciona o programa de formação, que consiste na segunda etapa de seleção do concurso TCU.

O concurso TCU 2020 deve seguir os mesmos moldes do concurso anterior, realizado em 2015, no que se refere às etapas de seleção. Naquele ano, os candidatos foram submetidos a duas fases.

Na primeira, os concorrentes tiveram que responder duas provas: uma objetiva e outra discursiva. Os aprovados foram convocados para a segunda etapa, que consistia em um programa de formação.

Essa segunda fase do concurso costuma não despertar tanto a atenção dos candidatos, porém é tão importante quanto a primeira. Isso porque trata-se de uma etapa eliminatória.

O programa é coordenado pelo Instituto Serzedello Corrêa, que está à frente dos preparativos iniciais do concurso a ser realizado este ano. Conforme descrito no último edital, a formação tem duração mínima de 120 horas, podendo ser ministrada, inclusive, aos sábados, domingos e feriados e, ainda, em horário noturno.

+ Concurso TCU 2020: confira 10 perguntas e respostas sobre a seleção

+ Concurso TCU: tribunal registra mais de 440 cargos vagos em 2020

Entenda como funciona o programa de formação

O objetivo deste programa de formação é proporcionar aos novos servidores a integração inicial no ambiente de trabalho, além de colaborar para o desenvolvimento básico de competências necessárias à atuação profissional.

Em 2015, o curso foi composto por uma parte geral, com aulas presenciais e outras atividades pertinentes à estrutura orgânica, ao funcionamento e aos modelos de gestão do TCU. Os servidores também passaram por uma parte específica, com aulas presenciais e outras atividades pertinentes ao cargo. 

Para aprovação no programa, os candidatos deveriam obter desempenho médio geral igual ou superior a 60 pontos e desempenho igual ou superior a 50 pontos, em cada disciplina. O desempenho dos candidatos foi calculado com base nas notas obtidas nas provas e atividades realizadas, que valiam até 100 pontos. 

Além das notas, os candidatos também foram avaliados por sua frequência nas aulas. A aprovação no programa de formação tinha como requisito a frequência mínima de 75% em cada uma das disciplinas ministradas.

Concurso TCU 2020

  • Órgão: Tribunal de Contas da União
  • Banca: a definir
  • Cargos: auditor de controle externo
  • Requisitos: nível superior em qualquer área
  • Vagas: 20 (mais cadastro de reserva)
  • Lotação: a definir
  • Remuneração: R$17.371,38
  • Último edital: publicado em 2015 pelo Cebraspe
     

Concurso TCU terá 20 vagas para auditor

O concurso TCU 2020 terá uma oferta de 20 vagas, para o cargo de auditor federal de controle externo. A função tem como exigência o nível superior em qualquer área de formação.

No entanto, ainda não foram confirmadas as áreas a serem contempladas nessa seleção. Em 2015, por exemplo, foram ofertadas oportunidades para as áreas de auditoria governamental e auditoria de Tecnologia da Informação.

A remuneração inicial para o cargo de auditor do TCU é de R$17.371,38. O valor é composto pelo vencimento básico, a gratificação de desempenho (R$8.475,69), o auxílio-alimentação (R$1.011,04) e auxílio-transporte (R$1.249,61). 

Os servidores ainda têm direitos a benefícios, como auxílio pré-escolar, no valor de R$791,58, assistência médica, de R$334,51, e exames periódicos, de R$135,96. 

Concurso TCU 2020: entenda o que são as gratificações de desempenho

TCU
Concurso TCU terá oferta de vagas para o nível superior
(Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)


Concurso está na fase de escolha de organizadora

O próximo passo do concurso para o Tribunal de Contas da União é a definição da banca organizadora. A empresa escolhida ficará responsável por todos os trâmites envolvendo a seleção dos candidatos, desde a publicação do edital até a divulgação dos resultados finais.

De acordo com as últimas informações da Assessoria de Imprensa do órgão, ainda não há novidades sobre a contratação da organizadora. Segundo o departamento, todas as informações oficiais sobre o concurso serão divulgadas por meio de publicação em Diário Oficial e na página do TCU. 

A comissão do concurso já havia informado à FOLHA DIRIGIDA que o cronograma interno de atividades relacionadas aos preparativos da seleção segue mantido, mesmo com a pandemia de Coronavírus. No entanto, a contratação da banca organizadora e demais etapas de execução do concurso dependeriam da evolução da mesma.

Uma das bancas cotadas para organizar a seleção é o Cebraspe. Inclusive, esta foi a organizadora preferida entre os candidatos, de acordo com uma pesquisa realizada pela FOLHA DIRIGIDA entre os dias 10 de março e 14 de abril. 

Do total dos participantes, 51,1% gostariam que o Cebraspe fosse definido como a banca organizadora da seleção. Em segundo lugar na preferência dos concorrentes ficou a Fundação Cargos Chagas, com 21,4%. Ainda foram votadas as bancas Fundação Getúlio Vargas, com 14,3% e o IBFC, com 7,1%.

+ Concurso TCU: organizadora já está definida? FOLHA DIRIGIDA apurou!

Botão com link para curso de preparação

Relembre detalhes do último concurso TCU

Os dois últimos concursos TCU foram organizados pelo Cebraspe. Entre eles o concurso de 2015, que composto por etapas de provas objetiva e discursiva. Ambas avaliações tinham caráter eliminatório e classificatório.

A prova objetiva do concurso foi composta por 200 questões, distribuídas por Conhecimentos Gerais (100) e Específicos (100). Os itens seguiam o padrão de respostas característico do Cebraspe, do tipo Certo ou Errado.

As questões de Conhecimentos Gerais abordaram conteúdos de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Analítico, Matemática Financeira, Noções de Estatística, Controle Externo, Direito (Constitucional, Administrativo, Civil, Processual Civil, Penal), Auditoria Governamental e Análises de Informações.

Já a prova discursiva foi composta por duas questões de Conhecimentos Gerais, uma de Conhecimentos Específicos e uma peça de natureza técnica.

Concurso TCU 2020: confira as notas dos aprovados na última seleção

Concurso TCU 2020: nota de corte das provas objetivas da seleção