Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso TCE-RO: déficit é maior do que as vagas autorizadas

Concurso TCE-RO: déficit é maior do que as vagas autorizadas

O déficit de servidores efetivos do TCE-RO é maior do que as 14 vagas autorizadas para preenchimento no próximo concurso.

O Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) prepara um novo concurso com 14 vagas distribuídas entre auditores, analistas e procuradores. O déficit de profissionais efetivos para esses cargos, no entanto, é maior do que o quantitativo autorizado para a próxima seleção.

Ao todo, faltam 56 servidores, sendo 46 auditores de Controle Externo, cinco procuradores e cinco analistas de Informática. O número consta em levantamento no site do órgão. Dessa forma, o cadastro de reserva do concurso TCE-RO poderá ser bem utilizado para suprir a carência total.

Essas chamadas poderão ser feitas durante o prazo de validade da seleção, a depender da necessidade e do orçamento do tribunal. Os cargos estão ociosos em função de aposentadorias, mortes e exonerações em geral.

O TCE-RO avança com os preparativos do novo concurso. No dia 1º de julho, foi publicada no Diário Oficial Eletrônico a assinatura do contrato com o Cebraspe como banca organizadora da seleção. Ele será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas, como provas objetivas.

TCE-RO prepara novo concurso com vagas para nível superior
(Foto: Divulgação)

 

O contrato com a banca é a última fase interna antes da publicação do edital. Por isso, o documento já pode sair nos próximos dias.

Além dos cargos autorizados para esse concurso, o tribunal tem outras 33 vagas em aberto para outras carreiras, como agente administrativo e técnico de Controle Externo, de nível médio.

+ TCE-RO regulamenta as fases do concurso e edital fica próximo

Concurso TCE-RO: remuneração chega a R$35 mil

A oferta do concurso será de uma vaga para procurador, cujo requisito será ter nível superior em Direito. A remuneração inicial é de R$35.462,22.

Haverá ainda oito oportunidades para auditor de Controle Externo distribuídas entre as especialidades de Engenharia Civil (quatro), Direito (uma), Contabilidade (uma), Economia (uma), Administração (uma).

Como também cinco vagas para analista de Informática (Tecnologia da Informação). Para concorrer aos cargos de analista e auditor será preciso ter formação superior completa na área de interesse. O salário inicial é de R$5.940,77 em ambos os casos.

Além desses valores, os selecionados ainda poderão receber benefícios de produtividade, auxílio-transporte, auxílio-saúde, auxílio-alimentação e vantagens pessoais. Ainda não foi confirmado se o edital de procurador será publicado separado das demais carreiras. 

Candidatos serão avaliados por duas etapas

FOLHA DIRIGIDA teve acesso ao projeto básico, que apresenta toda estrutura da seleção para o tribunal. De acordo com o documento, os candidatos serão avaliados em duas etapas como descrito a seguir:

1ª etapa:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova prática, de caráter eliminatório, para o cargo de analista de tecnologia da informação, a ser realizada pelo Tribunal de Contas ou por órgão ou entidade conveniada;
  • Investigação social, de caráter eliminatório, a ser realizada pelo Tribunal de Contas;
  • Avaliação psicológica, de caráter eliminatório, a ser executada pelo Tribunal de Contas, podendo valer-se de profissionais de outros órgãos públicos do Estado de Rondônia ou de municípios do Estado;
  • Avaliação de títulos, de caráter classificatório.

2ª etapa:

  • Curso de Formação, de caráter eliminatório, a ser efetivado pelo Tribunal de Contas. 

As provas objetivas e discursivas serão realizadas no mesmo final de semana. O exame objetivo será no sábado e o discursivo, no domingo. A banca organizadora será responsável por elaborar seis modelos de provas objetivas, uma para cada cargo/área. Ao todo, serão cobradas 80 questões.

Para analistas de tecnologia da Informação e auditor de Controle Externo/Engenharia Civil serão corrigidas 38 provas discursivas dos classificados na objetiva. Já para as demais áreas de auditor, serão apenas 28 exames corrigidos.

No caso de procurador, serão corrigidas 85 provas discursivas dos candidatos que tiverem atingido a nota corte na objetiva até a 77 ª colocação de ampla concorrência e oitava de pessoas com deficiência. Os concorrentes a carreira de procurador ainda serão submetidos a prova oral.

Saiba como o Cebraspe exige Direito Constitucional em concursos de tribunais:

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR



Comentários