Folha Dirigida Entrar Assine

TC-DF muda presidência da comissão de concurso para auditor externo

O Tribunal de Contas do DF trabalha para publicar novos editais. A comissão de auditor de controle externo foi alterada novamente. Confira!

Pela terceira vez em menos de um mês, a comissão organizadora do concurso TC-DF para o cargo de auditor de controle externo foi alterada. Dessa vez, além da inclusão de um novo membro houve ainda mudança na presidência do grupo. Isso pode acelerar os preparativos do novo edital.

Com a mudança, a comissão do concurso passará a ser presidida por Edival Rodrigues da Matta Júnior, que antes atuava apenas como membro. O servidor Leonardo Nerii foi mantido e o grupo recebe a presença de Flávio Figueiredo Cardoso para ocupar a vaga do atual presidente.

A alteração foi apenas no cargo de auditor. O motivo da mudança não foi infomado na portaria, mas, ao que tudo indica, o grupo dará continuidade aos trabalhos que já estão em andamento. O documento foi divulgado no Diário Oficial desta quinta-feira, 8.

Intensifique os seus estudos para o concurso TC-DF

A reportagem de FOLHA DIRIGIDA tentou contato com o Tribunal de Contas para saber mais detalhes e novidades dos preparativos, mas até o momento não obteve retorno. Recentemente, a Assessoria de Imprensa informou que "a atual etapa constitui-se apenas de estudos de viabilidade".

TC-DF prepara concurso para cargos de nível superior (Foto: Divulgação)
TC-DF prepara concurso para cargos de nível superior
(Foto: Divulgação)

As comissões organizadoras do concurso TC-DF foram formadas em dezembro de 2018. Os grupos já passaram por algumas modificações em sua estrutura anteriormente. A mais recente no dia 25 de julho, que também modificou a do cargo de procurador

Os integrantes dos grupos são responsáveis pelos preparativos internos do concurso, como levantamento de vagas, orçamento e contratação da banca organizadora.

Cronograma do concurso TC-DF está em definição

Embora o tribunal tenha dito que a atual fase seja de estudos de viabilidade, sabe-se que o cronograma dos concursos também já estão em definição. Tal informação foi confirmada pelo órgão após novas movimentações no processo de autorização.

"Os últimos documentos juntados tratam de minuta de cronograma do concurso", disse o TCDF

Os editais ainda não têm data definida para publicação. Isso porque o Tribunal de Contas ainda precisa oficializar a contratação da banca organizadora. A escolha do Cebraspe já foi autorizada pela Presidência do tribunal, que ainda não teve contrato assinado.

Assim como a data do edital, o órgão ainda não informou um prazo para que essa formalidade seja feita. Assim que assinado, o contrato com a banca deverá ser publicado no Diário Oficial do Distrito Federal. 

"Após a realização de projeções de gastos e impactos orçamentários do referido concurso e parecer favorável da Consultoria Jurídica do Tribunal de Contas do DF, a  Presidência do TCDF  autorizou a adoção das medidas administrativas voltadas à contratação do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe para a realização do concurso público desta Corte", disse o TC-DF em nota.

TC-DF: ganhos podem chegar a R$27,4 mil

O Tribunal de Contas do Distrito Federal oferecerá 12 vagas para nível superior. Recentemente, houve uma alteração no número de vagas da seleção, na distribuição e a exclusão de um cargo. A distribuição por carreira ficou da seguinte forma:

  • Dez vagas para auditor de controle externo - salário de R$18.938,23
  • Uma vaga para procurador - salário de R$27.423,99
  • Uma vaga para auditor conselheiro substituto - salário de R$11.341,20

Em 2014, o TC-DF teve o seu último concurso realizado pelo mesmo Cebraspe. Os concorrentes foram avaliados com provas objetiva e discursiva, sendo a primeira com 150 questões sobre Conhecimentos Gerais e Específicos, conforme relação abaixo.

Conhecimentos Gerais:

Língua Portuguesa; 
Raciocínio Lógico;
Controle da Administração Pública;
Lei Orgânica do Distrito Federal;
Direito Constitucional;
Direito Administrativo;
Direito Civil;
Direito Processual Civil;
Direito Penal.

Conhecimentos Específicos:

Auditoria Governamental;
Administração Financeira e Orçamentária;
Contabilidade Pública;
Administração Pública;
Economia;
Fiscalização de Obras Civis, Rodoviárias e Hídricas;
Fiscalização de Contratos de Tecnologia da Informação. 



Comentários