Concurso SMF-Rio: secretário que aumentar a arrecadação do município

Secretário Municipal de Fazenda, Cesar Barbiero, explica, como está a situação financeira do município e fala sobre aumento na arrecadação.

O Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro aprovou na última segunda-feira as contas da prefeitura referentes a 2018. Aproveitando a ocasião, a Secretaria Municipal de Fazenda do Rio de Janeiro (SMF-Rio) divulgou no início desta semana um vídeo onde o secretário municipal de fazenda, Cesar Barbiero, explica, como está a situação financeira do município.

A publicação foi feita na página da SMF-Rio. De acordo com Cesar, o atual déficit nas contas públicas do município é de 2,8 bilhões. O valor é decorrente da crise enfrentada pelo município desde 2014.

O secretario afirmou que, apesar do desafio, é possível recuperar este valor até dezembro de 2020, quando encerra o mandato da atual gestão. Para isso, o objetivo é aumentar a arrecadação no município.

Para promover tais melhorias, a secretaria precisará de novos ficais atuando na aplicação das estratégias para melhoria da arrecação. Principalmente se for considerada a perspectiva de novas aposentadorias, que deverão ocorrer em breve. A informação foi cedida à FOLHA DIRIGIDA pela própria SMF-Rio.

Segundo uma nota encaminhada pela assessoria da secretaria, os representantes da comissão responsável pelo concurso já concluíram o relatório dos trabalhos. O estudo identificou o quantitativo de pessoal com potencial de aposentadoria em um futuro próximo e confirmou a intenção da secretaria em promover o concurso, com ingresso dos novos servidores em 2020.

Prepare-se para o concurso

Conheça as funções mais aguardadas para o concurso

A mesma comissão ficará responsável pelos preparativos do concurso, como a elaboração do projeto básico e a escolha da organizadora. Embora ainda não tenha os cargos confirmados, um dos mais aguardados é para a função de fiscal de rendas. A função destina-se a graduados, em qualquer área.

• Concurso ISS Rio: o que faz um fiscal de rendas na SMF?

• SMF-Rio: veja os detalhes do último concurso para fiscal de rendas

A remuneração atual para o cargo, em início de carreira, é de R$ 23.876,91. O valor é composto pelo vencimento básico de R$1.740,51, mais a gratificação de produtividade fiscal, de R$ 18.532,80 e a gratificação complementar de R$ 3.603,60. O salário ainda pode chegar a R$ 40.413,80, após mais de dez anos de tempo de serviço.

Também há expectativa de que seja contemplada a função de agente de fazenda. Para este cargo a exigência é o nível médio completo. Neste caso a remuneração é de R$9.214,54, já somando o vencimento básico, de R$1.492,54; gratificação de desempenho fazendário, de R$6.177,60; e gratificação complementar de R$1.544,40.

Outro cargo que foi oferecido no último concurso e pode ser contemplado em 2019 é o de agente de trabalhos de engenharia. A função tem como requisito o nível médio/técnico em Edificações, mais registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea). A remuneração inicial é de R$1.199,24, contando o vencimento básico de R$1.021,04 e o auxílio transporte de R$178,20.

Os valores das remunerações estão disponíveis no Portal da Transparência do Município e estão de acordo com o último reajuste, realizado em fevereiro de 2019. Lembrando que o último concurso foi realizado em 2010.

Prefeitura do Rio de Janeiro
Prefeitura volta a falar sobre reforço na fiscalização do município
(Foto: Divulgação)

Prefeitura já havia falado sobre reforços na fiscalização em maio

Em maio deste ano a prefeitura já havia anunciado iniciativas para  reforçar a fiscalização na cidade. Dentre as medidas adotadas estão o uso de ferramentas de inteligência artificial e a formação de uma equipe especial, que atuará na cobrança de devedores.

Na época, a publicação feita no Diário Oficial do Município informava que a Procuradoria Geral do Município e a SMF-Rio atuariam em conjunto para cobrar o pagamento de dívidas acumuladas dos 200 maiores devedores do município. O total devido chegava aos R$ 10 bilhões.

No vídeo publicado esta semana, o secretário municipal de fazenda, Cesar Barbiero, destacou que a melhora da arrecadação acarretará em uma máquina publica mais eficiente. Consequentemente, sobrará mais recursos para investir em áreas, como Educação e Saúde. 

Quando começar a estudar para concurso? 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE