Folha Dirigida Entrar Assine

SME-Rio republica nota da avaliação de títulos para professor adjunto

As notas da avaliação de títulos do concurso para professor adjunto de educação da SME-Rio são republicados.

A Subsecretaria de Serviços compartilhados da Prefeitura do Rio de Janeiro republicou as notas iniciais da avaliação de títulos do concurso para professor adjunto de educação infantil da SME-Rio. A classificação final dos concorrentes deve ser publicada no Diário Oficial do Município na próxima sexta-feira, dia 5.

Segundo informou a Assessoria de Imprensa da prefeitura, a republicação foi feita porque inicialmente as notas dos candidatos que não apresentaram os documentos para a avaliação não tinham sido divulgadas. A lista publicada no Diário Oficial de hoje inclui todos os concorrentes.

Confira o edital com a nota de todos os candidatos

Botão para download do resultado

Concurso SME-Rio oferta mais de mil vagas

O concurso para professor adjunto da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro oferece 1.652 vagas. Além disso, também será formado um cadastro de reserva. As oportunidades foram distribuídas entre as 11 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) da SME-Rio.

A função oferece um salário inicial  de R$3.061,57. Já estão inclusos no valor da remuneração benefícios, como auxílio-alimentação de R$264; bônus cultura, de R$168,42; e auxílio-transporte, de R$173,80. 

A carga de trabalho dos profissionais é de 40 horas por semana. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade ao servidor.

Puderam se candidatar pessoas com ensino médio completo e curso na modalidade normal. Também poderiam participar candidatos com normal superior ou licenciatura em Pedagogia com habilitação para docência na Educação Infantil. 

• Prefeituras no Rio de Janeiro têm concursos previstos com 8 mil vagas

Professor
Classificação final está prevista para ser publicada neste dia 5 (Foto: Pixabay)

Candidatos passaram por três fases de avaliação

Além da avaliação de títulos, os candidatos foram submetidos à realização de provas objetiva e discursiva. As avaliações foram aplicadas no dia 17 de março. 

Na ocasião foram cobradas questões de Português, Matemática, Legislação e Conhecimentos Específicos. Já na prova discursiva foi preciso responder apenas uma questão relacionada ao programa de Conhecimentos Específicos. 

>> Tenha acesso a conteúdos especiais de preparação <<

Para ser aprovado, o concorrente deveria acertar 50% das questões. Além disso, era necessário atingir pelo menos 15 pontos em cada disciplina e de não ter zerado nenhuma delas.

Mais de 38 mil pessoas se candidataram a uma das vagas do concurso. Desse total, 3.881 não compareceram no dia da prova. O número representa um percentual de 10% de faltosos.

Dos mais de 35 mil candidatos que fizeram a prova, apenas os primeiros 16 mil tiveram o exame discursivo corrigido. Era preciso garantir, no mínimo, 15 pontos na avaliação para ser aprovado.

Cadastro de reserva gera convocação em concurso? 



Comentários