Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso SME-Rio retifica classificação final de professor adjunto

SME-Rio republica classificação final da Coordenadoria Regional 9. Documento foi divulgado no DOM do Rio de Janeiro.

*Matéria atualizada em 05/08/2019, às 13h51

A classificação final do concurso para professor adjunto da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro (SME-Rio) foi retificada. Isso porque houve erro no resultado referente a Coordenadoria Regional 9 (CRE 9). O documento foi divulgado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro desta sexta-feria, 2.

A homologação do concurso SME-Rio também foi publicada no DO do município, no dia 9 de julho. O prazo de validade da seleção será de dois anos, contados a partir desta data e podendo ser prorrogado por igual período. O órgão possui, no total, 8 mil cargos de professor adjunto de educação infantil.

Para que pudesse se candidatar, era preciso que o concorrente tivesse nível médio completo e curso na modalidade Normal. Também pôde concorrer quem possui Normal superior ou licenciatura em Pedagogia com habilitação para docência na Educação Infantil. 

As vagas do concurso SME-Rio foram criadas em dezembro de 2018, a partir da Lei nº 6.433/2018, sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella.

 Concurso SME Rio pode chamar mais aprovados além das 1.652 vagas

Remuneração inicial para professor adjunto SME-Rio é acima de R$3 mil
(Foto: J.P. Engelbrecht/ SME Rio)

Concurso irá preencher mais de 1.600 vagas

O concurso SME Rio visa preencher 1.652 vagas de professor adjunto, além de formar cadastro de reserva. As ofertas estão distribuídas entre 11 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). A remuneração inicial é de R$3.061,57 com 40 horas de jornada de trabalho. 

O valor inclui auxílio-alimentação, de R$264; bônus cultura, de R$168,42; e auxílio-transporte, de R$173,80. As contratações serão pelo regime estatutário, que garante estabilidade.

As provas objetivas e discursivas da seleção foram aplicadas no dia 17 de março. As avaliações tiveram cerca de 10% de faltosos. Para que fosse aprovado na avaliação objetiva do concurso SME Rio, foi preciso acertar 50% das questões. Era necessário atingir pelo menos 15 pontos, além de não ter zerado nenhuma das disciplinas.

O exame discursivo consistiu em uma questão relacionada ao programa de Conhecimentos Específicos do cargo. Dos mais de 38 mil inscritos, 3.881 não os realizaram.

Com mais de 35 mil candidatos que comparecerem na prova da SME Rio, apenas os primeiros 16 mil tiveram seu exame discursivo corrigido. Para que fosse aprovado na etapa, foi preciso ter alcançado, no mínimo, 15 pontos.



Comentários