SES RS contrata profissionais da saúde para combate ao Coronavírus

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul anunciou a contratação de profissionais de saúde para auxiliar no combate ao Coronavírus.

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul divulgou nesta terça-feira dia 24 a contratação emergencial e temporária de profissionais da área da saúde para atuar no enfrentamento da epidemia de Coronavírus. Foram publicados dois editais de processo seletivo, que juntos somam 37 oportunidades.

O primeiro apresenta uma oferta de 17 vagas, distribuídas pelos cargos de biólogo (quatro), enfermeiro (sete), farmacêutico (quatro) e médico (duas). Os profissionais irão atuar no Centro Estadual de Vigilância de Saúde (Cevs). 

A remuneração oferecida a todos é de R$3.473,34, para uma carga de trabalho de 30 horas semanais. Os funcionários poderão ser convocados para trabalhar aos sábados, domingos e feriados.

 Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre concursos públicos? Confira!

Botão com link para download dos editais

Segundo edital é específico para médico regulador

O segundo edital apresenta uma oferta de 20 vagas, podendo ser chamados até 40 aprovados. Todas as oportunidades são para carreira de médico regulador, que atuarão com exclusividade no Complexo Regulador Estadual. O vencimento básico será de R$3.473,34.

Ainda pode ser somada ao valor uma Gratificação de Fundo Especial, de 200%. Com isso, a remuneração ficaria em R$6.946,68. A carga de trabalho será de 30 horas semanais, também com possibilidade de trabalho aos sábados, domingos e feriados.

Os candidatos devem ficar atentos aos prazos de inscrição, que são diferentes nos dois editais. Para profissionais da saúde, a candidatura poderá ser feita até o dia 26 de março. Já os médicos reguladores terão até o dia 2 de abril para fazer inscrição. As inscrições devem ser realizadas no site da secretaria.

Médico
Secretaria oferece vagas para médicos e outras especialidades
(Foto: Pixabay)


Candidatos serão selecionados por meio de avaliação de títulos

Em ambos os casos, a seleção será feita por meio de uma avaliação de títulos. Os pontos serão atribuídos seguindo os seguintes critérios:

Enfermeiros, farmacêutico e biólogo - até 50 pontos

  • Atuação na vigilância em saúde (Vigilância Epidemiológica, Ambiental, Sanitária, Saúde do Trabalhador ou laboratório) = dois pontos por ano, podendo ser cadastrados até 10 pontos
  • Residência em vigilância em saúde = 15 pontos;
  • Pós-Graduação em Saúde Pública/Coletiva, Epidemiologia, Microbiologia ou Biologia Molecular = 10 pontos;
  • Cursos de curta duração aplicados a Saúde Pública (carga horária mínima de 40 horas) = cinco pontos;
     

Médico =  até 50 pontos

  • Áreas de atuação: Infectologia, Medicina Tropical, Epidemiologia, Saúde Pública/Coletiva, Controle de Infecções = dois pontos por ano, podendo ser cadastrados até dez pontos;
  • Outras especialidades = dois pontos por ano, podendo ser cadastrados até dez pontos;
  • Pós-Graduação em Saúde Pública/Coletiva ou Epidemiologia = 10 pontos;
  • Cursos de curta duração aplicados a Saúde Pública (carga horária mínima de 40 horas) = um ponto por ano, podendo ser cadastrados até dez pontos;
     

Médico regulador = até 100 pontos

  • Doutorado = 15 pontos;
  • Mestrado = 10 pontos;
  • Título de Residência ou Especialização Latu Sensu = cinco pontos, podendo ser cadastrados até dois títulos;
  • Atuação nas especialidades: Medicina Interna, Anestesiologia, Cardiologia, Gineco/Obstetrícia, Pneumologia, Neurologia e Neurocirurgia, Endocrinologia, Psiquiatria, Pediatria, Terapia Intensiva, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Torácica, Cirurgia Cardiovascular, Urologia, Cirurgia Oncológica, Cirurgia do Trauma e Medicina de Emergência = dois pontos por ano, podendo ser cadastrados até cinco títulos;
  • Regulação Médica de Urgência = cinco pontos por ano, podendo ser cadastrados até seis títulos;
  • Experiência em SAMU ou qualquer outro Atendimento Pré-Hospitalar = cinco pontos por ano, podendo ser cadastrados até quatro títulos;
  • Docência – experiência docente em atividades de ensino em sua área de formação ou em saúde = um ponto por ano, podendo ser cadastrados até cinco títulos.
     

O processo seletivo terá validade de um ano, contados a partir da data de admissão dos aprovados. O prazo poderá ser prorrogado por igual período.