Versão nova do site ativada

Concurso SES DF: autorizadas 915 vagas de nível médio

SES DF recebe autorização para realizar concurso público com 915 vagas de agentes da Vigilância Ambiental.

30/06/2020 12:26 | Atualizado: 30/06/2020 16:02

Por: Tamires Silva

30/06/2020 12:26 | Atualizado: 30/06/2020 16:02 - Por: Tamires Silva

Foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira, 30, a autorização para o próximo concurso SES DF - Secretaria de Saúde do Distrito Federal. São 915 vagas de nível médio, nas carreiras da Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária à Saúde:

  • 815 vagas de agente de vigilância ambiental em saúde (Avas)
  • 100 vagas de agente comunitário de saúde

As  duas funções possuem como requisito principal o ensino médio completo, mas no caso de agente comunitário também é preciso residir na região administrativa em que atuará. Os locais de lotação das vagas, contudo, serão informados somente no edital. Os ganhos iniciais chegam a R$2 mil. Saiba mais!

Além das oportunidades imediatas, será formado cadastro de reserva igual a 50% do número de vagas. Deste modo, mais contratações poderão ser realizadas enquanto o resultado do concurso estiver vigente. 

Vale lembrar que o Orçamento de 2020 para o Distrito Federal já previa o provimento dessas vagas. O texto, na verdade, aponta o preenchimento de mais de 4 mil vagas, sendo mil para agentes de vigilância ambiental em saúde e 100 de agente comunitário. 

Os aprovados no concurso SES DF serão contratados conforme a necessidade, a urgência e o agravamento da situação da pandemia no Distrito Federal. O GDF também precisará respeitar o Decreto nº 40.572, que adia a posse de aprovados em concursos por tempo indeterminado, em virtude do Coronavírus.

Resumo do concurso SES DF 2020

Vagas: 915 + cadastro de reserva
Cargos: agente de vigilância ambiental em saúde e agente comunitário de saúde
Escolaridade: nível médio
Remunerações: R$1,7 mil a R$2 mil
Status: aguardando edital

Agentes comunitários de saúde
Novo concurso SES DF terá 915 vagas de nível médio
(Foto: Divulgação)

Iniciais dos agentes chegam a R$2 mil mais gratificação

Como já mencionado, os cargos de agente de vigilância ambiental em saúde e agente comunitário de saúde pertencem à Carreira Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária à Saúde do quadro de pessoal do DF. As remunerações iniciais são de R$2 mil e R$1.700, respectivamente, 

Mas com as progressões, os valores básicos podem alcançar: R$2.833,79 para Avas e R$2.408,73 para agente comunitário. A evolução nas carreiras é dividida em classes e padrões, conforme a tabela abaixo.

Além disso, os profissionais podem receber a Gratificação de Titulação (GT), que chega a até 30% sobre o vencimento, dependendo dos títulos acadêmicos que o servidor tem.

Confira tabela de progressão salarial dos agentes:

CLASSEPADRÃOSALÁRIO
Agente de Vigilância Ambiental em Saúde
 

 

 

 

 

Especial

V 2.833,79
IV 2.789,17
III 2.745,24
II 2.702,01
I 2.659,46
 

 

 

 

 

Primeira

V 2.577,00
IV 2.536,41
III 2.496,47
II 2.457,16
I 2.418,46
 

 

 

 

 

Segunda

V 2.343,47
IV 2.306,56
III 2.270,24
II 2.234,49
I 2.199,30
 

 

 

 

 

Terceira

V 2.131,10
IV 2.097,54
III 2.064,51
II 2.032,00
I 2.000,00
Agente Comunitário de Saúde
 

 

 

 

 

Especial

V 2.408,73
IV 2.370,79
III 2.333,46
II 2.296,71
I 2.260,54
 

 

 

 

 

Primeira

V 2.190,45
IV 2.155,95
III 2.122,00
II 2.088,58
I 2.055,69
 

 

 

 

 

Segunda

V 1.991,95
IV 1.960,58
III 1.929,70
II 1.899,32
I 1.869,41
 

 

 

 

 

Terceira

V 1.811,44
IV 1.782,91
III 1.754,84
II 1.727,20
I 1.700,00

Últimas provas foram aplicadas em 2014

Recentemente, a SES DF realizou processos seletivos simplificados (apenas análise curricular) para a contratação de agentes, com foco na prevenção e no combate à dengue. Mas foi em 2014 que a pasta realizou dois processos seletivos com provas para as carreiras da vigilância ambiental.

Um com 460 vagas de agente de vigilância ambiental em saúde e outro com 410 de agente comunitário. Todas as oportunidades, contudo, foram para contratações temporárias.

Sob organização do Idecan, os candidatos a Avas foram avaliados em duas etapas:

  • prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • curso introdutório de formação inicial, de caráter apenas eliminatório.

No exame de múltipla escolha foram cobradas 50 questões, cada uma valendo 1 ponto, sobre as disciplinas de Língua Portuguesa, Noções Básicas de Informática, Raciocínio Lógico-Matemático, Sistema Único de Saúde (SUS) e Conhecimentos Específicos.

Foi considerado aprovado o candidato que obteve, no mínimo, 50% de aproveitamento. 

O curso de formação inicial teve duração de 40 horas,ministrado aos candidatos aprovados e classificados na primeira etapa. Para ser habilitado nesta fase foi necessária frequência mínima em 75% das aulas, além de ser considerado apto no desempenho das atividades do curso.

O concurso teve cerca de 27.700 inscritos, gerando uma concorrência média de 60 candidatos por vaga.

Já o edital para agente comunitário foi organizado pelo Iades. A avaliação foi por meio de prova objetiva com 50 questões, sendo 25 de Conhecimentos Específicos e 25 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Sistema Único de Saúde e Noções de Microinformática).

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Previsto

SES-DF - 2020

DF
Não informado
Fund...
Não informado

Preparação